• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Os estranhos hábitos alimentares de Steve Jobs

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      05/10/19 às 23h47

Aqueles que acompanharam a história de Steve Jobs, sabem muito bem que o magnata da tecnologia era uma pessoa bastante intensa. Por quê? Em suma, Jobs tinha diferentes tipos de obsessões. E uma das mais marcantes era sua compulsão por frutas e legumes.

De acordo com sua biografia, Jobs descobriu que poderia trabalhar sua euforia por meio de hábitos alimentares. Basicamente, o magnata, quando em vida, foi vegetariano. Dizem que, em determinados momentos, até se tornou vegano.

A maioria de suas refeições era sempre composta por pequenas porções de comida. Afinal, Jobs era bastante exigente em relação ao tema. Caso a comida não o agradasse, Jobs tornava-se um indivíduo excepcionalmente cruel.

A dieta de Jobs

Então, o que Jobs estava acostumado a comer? De acordo com a biografia do magnata, escrita por Walter Isaacson, quando Jobs era calouro no Reed College, Jobs descobriu um livro chamado "Diet for a Small Planet", de Frances Moore Lappé. Após desvendar o livro, Jobs jurou que nunca mais iria comer carne.

Depois de ler o livro de Lappé, que endossava o vegetarianismo, Jobs decidiu que seguiria dietas extremas. A partir daí, o magnata passou a praticar jejuns. Além disso, muitas vezes, comia apenas um ou dois alimentos por semana, como maçãs e/ou cenouras.

Quando aderiu à dieta vegetariana, durante o primeiro ano, Jobs se alimenta constantemente do cereal Roman Meal. Na mesma época, inseriu também em sua alimentação tâmaras, amêndoas e, novamente, cenouras.

Mais tarde, Jobs foi introduzido ao livro "Mucusless Diet Healing System", de Arnold Ehret. Nesse ínterim, sua dieta acabou se tornando ainda mais rigorosa. Além da carne, Steve Jobs também eliminou pão, grãos e leite.

Em suma, após conhecer a obra de Ehret, Jobs passou a aderir ainda mais à prática do jejum. De acordo com sua biografia, o magnata, em muitos momentos, ficava sem comer por dois dias. Às vezes, até por uma dias seguidos, em mais de uma semana. Além disso, quando decidia quebrar o jejum, Jobs comia apenas vegetais.

Mantendo os hábitos

Dizem que Jobs costumava comer maçãs, compulsivamente, na comuna All One Farm, onde passava os fins de semana. Além de Jobs, Chrisann Brennan, sua companheira, também era vegetariana. Em contrapartida, Lisa, a filha do casa, não seguia nenhum desses preceitos.

De acordo com Lisa, Jobs, um dia, ao descobrir que sua sopa tinha manteiga como um dos ingredientes, cuspiu toda a comida. Sua paixão por comida natural sempre foi algo evidente. Em suma, Jobs fazia de tudo para manter os mesmos hábitos alimentares. Até mesmo, quando descobriu que tinha câncer.

Em 2003, quando descobriu a doença, ao invés de optar pela cirurgia, Steve Jobs tentou curar-se restringindo ainda mais sua alimentação. Na época, ele passou boa parte do tempo restante, ingerindo extremas quantidades de sucos de frutas. Curiosamente, todos continham também cenouras.

Em 2008, quando Jobs teve que realizar uma cirurgia, tentaram incorporar carne em sua dieta. Não funcionou. Jobs seguiu se alimentando de saladas, cenouras, sopas de ervas ou macarrão com manjericão. Jobs, criador da Apple, maior empresa de capital aberto do mundo, do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad, morreu com 56 anos. E sim, terrivelmente, sistemático quanto às refeições que fazia.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+