icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Ossos bem preservados de mamutes estão aparecendo no México

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      11/09/20 às 15h55
capa do post Ossos bem preservados de mamutes estão aparecendo no México

A última espécie de que se tem conhecimento é o mamute-lanoso, que provavelmente conseguiu se adaptar às regiões localizadas mais ao norte do planeta. Estima-se que tenham sido extintos há cerca de 10 mil anos. Mesmo que sua extinção tenha sido há milhares de anos, o interesse por esses animais nuca parou.

Surpreendentemente, no lugar do novo aeroporto da Cidade do México, arqueólogos com capacetes e máscaras removem com cuidado a terra em volta dos ossos enormes que foram encontrados no local.

As obras acabaram revelando um tesouro enorme de esqueletos de mamutes. Os restos mortais de dezenas desses gigantes extintos e de outras criaturas pré históricas foram encontrados em Zumpango, que fica no extremo norte da capital.

"Mais de 100 mamutes, camelos, cavalos, bisões, peixes, pássaros, antílopes e roedores já foram recuperados", disse o capitão do exército Jesus Cantoral, que chefia a equipe de escavação.

Ossos

Ao todo, foram encontrados restos mortais em 194 pontos em todo o local. Isso desde as primeiras descobertas que foram feitas em outubro do ano passado. Elas foram feitas durante o trabalho em u terminal de combustível.

A datação desses animais é entre 10 e 25 mil anos atrás. Os especialistas trabalharam de forma árdua para extrair os ossos de um dos esqueletos de mamute para que o monte de terra que sustentava outra espécime não caísse.

E ao mesmo tempo que os arqueólogos estavam lá, milhares de trabalhadores da construção civil continuaram seu trabalho em todo o local. Tudo isso, enquanto dezenas de escavadeiras e caminhões deslocavam a terra e transportavam materiais de construção.

Segundo afirmaram as autoridades, a vigilância cuidadosa foi mantida para garantir que os resto mortais sejam preservados durante as obras no aeroporto que foi prometido pelo presidente Andrés Manuel Lopez Obrador inaugurar em março de 2022.

Animais

De acordo com o que acreditam os especialistas, os mamutes foram atraídos para a área por conta de alimentos que eram dados por um lago que existia na região nos tempos pré históricos.

"O lugar tinha muitos recursos naturais, o suficiente para esses indivíduos sobreviverem por muito tempo e por muitas gerações", disse a arqueóloga Araceli Yanez.

Mas no inverno a área do lago ficou lamacenta e isso prendeu os mamutes fazendo com que eles morressem de fome. "Atraiu um grande número de mamutes, e eles ficaram presos, como é o caso deste indivíduo, e morreram aqui", acrescentou Yanez.

Felizmente, o lago foi muito bom para preservar os restos mortais desses animais.

Descobertas

Além dessa descoberta, o México já foi cenário de outras descobertas surpreendentes. Na década de 1970, trabalhadores da construção civil do metrô da Cidade do México encontraram um esqueleto de mamute enquanto eles cavavam no lado norte da capital.

Outra descoberta foi feita em 2012 quando trabalhadores escavavam para construir uma estação de tratamento de águas residuais fora da capital. Então eles descobriram centenas de ossos que pertenciam a mamutes e outros animais da era do gelo.

E em 2019, arqueólogos encontraram 14 esqueletos de mamutes em Tultepec, que é perto do lugar do novo aeroporto. Alguns deles tinham sinais que foram caçados. Isso levou os pesquisadores a concluir que eles tinham achado a primeira armadilha para mamutes do mundo.


Próxima Matéria
Via   Science alert  
Imagens Science alert
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest