• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Paciente toca violino durante cirurgia para retirada de tumor no cérebro

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      21/02/20 às 15h17

Não restam dúvidas de que a medicina avançou muito, nos últimos anos. Afinal, hoje em dia, temos muitas tecnologias disponíveis que auxiliam na descoberta, tratamentos e em cirurgias complexas. Com tudo isso e a constante capacitação dos médicos, é muito mais seguro fazer procedimentos arriscados, com menores riscos de vida e sequelas permanentes. O que é muito positivo, e dá uma esperança a mais a pacientes em casos críticos. Quando se fala em cirurgia para remoção de tumores no cérebro, as pessoas logo ficam assustadas, porque o medo de morrer e ficar com alguma sequela irreversível, sempre é muito grande. Embora ainda sejam procedimentos arriscados, hoje, já temos ferramentas para tornar tudo isso muito mais seguro.

Quando se pensa em qualquer tipo de cirurgia, já imaginamos que será preciso uma anestesia para deixar o paciente inconsciente durante o procedimento, certo? Ainda mais um procedimento no cérebro, que é uma região muito sensível do nosso corpo. Mas isso não é mais uma regra, já que é possível fazer esses procedimentos com o paciente consciente, e até participando ativamente do processo. Um exemplo disso é o caso de uma violinista britânica, que tinha um tumor cerebral, e para evitar a perda dos movimentos, ela tocou violino durante toda a cirurgia de remoção do tumor. Esse não é um caso único, outros do tipo já foram feitos, mas ainda assim não deixa de ser notável.

A paciente

A britânica Dagmar Turner é uma violinista renomada, que recentemente foi diagnosticada com um grave tumor no cérebro. Ela descobriu o tumor, após ter uma convulsão, durante um concerto em Londres. Para a remoção do tumor, ela teria que se submeter a uma cirurgia arriscada.

No entanto, o seu medo com o procedimento, era perder os movimentos e sensibilidade que lhe proporcionava tocar o instrumento, então lhe foi dada uma opção. O médico responsável pelo procedimento, o neurocirurgião, Keyoumars Ashkan, foi quem deu a sugestão, para que ela tocasse violino durante a operação.

De acordo com o médico, se a paciente tocasse o instrumento durante a cirurgia, seria possível fazer uma análise mais precisa de quais regiões do seu cérebro poderiam ser evitadas para não afetar as habilidades motoras da instrumentista. Isso porque estamos falando de um procedimento cirúrgico de precisão milimétrica. Turner é musicista da Orquestra Sinfônica de Isle of Wight, então, para ela, era muito importante garantir os seus movimentos.

A cirurgia

Uma vantagem no caso da paciente, é que o médico também é músico, e entendeu bem as preocupações de Turner. "Vinte anos atrás, a prioridade seria preservar os movimentos básicos em uma paciente. Nós não teríamos sonhado em poder proteger os aspectos de movimentos mais finos, mais delicados, mais absolutos e críticos, que são necessários em uma violinista", explicou o especialista, sobre o procedimento.

A cirurgia, com "show particular" para os médicos, foi filmada, e o resultado, mesmo que forte, é realmente incrível. A cirurgia da musicista foi um sucesso e ela já recebeu alta do hospital. E a equipe do King"s College Hospital já a liberou para voltar a tocar violino normalmente.

Mas nem tudo foram só flores durante a cirurgia, o médico ressaltou que enfrentou um problema grave. Ele conta que o arco que Turner usou para tocar quase o acertou na cabeça várias vezes. Mas o importante é que tudo deu certo, e muito em breve, a violinista poderá voltar as suas atividades normais.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+