icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Pesquisadores brasileiros alertam sobre perigo de saúde ao assistir jogos da seleção

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      28/06/18 às 19h54
capa do post Pesquisadores brasileiros alertam sobre perigo de saúde ao assistir jogos da seleção

Gritar gol pode ser uma das coisas mais emocionantes da vida, mas acreditem, isso pode ser perigoso. Estamos falando isso por que um estudo recente mostrou que muita gente não tem condições para ver jogos emocionantes.

Um grupo de pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto analisou números da incidência de infarto durante quatro Copas do Mundo, de 1998 a 2010. A incidência foi maior que 8% durante os jogos do Brasil. Outro estudo, feito em 2002 durante a Copa da Alemanha, mostrou um aumento de 12% no número de infartos até duas horas depois do início dos jogos da Seleção. Ficou espantado, né!? Bom, a gente conta mais sobre essa história para vocês.

O perigo das emoções em ver um jogo de futebol

Quando estamos em momentos de grande emoção, como uma final de campeonato, por exemplo, o nosso cérebro ativa o sistema endócrino. Esse sistema estimula a liberação de hormônios (adrenalina e cortisol) do estresse no nosso sangue.

A adrenalina traz contração das paredes dos vasos, consequentemente estreita o fluxo de sangue e determina o ritmo do coração. O cortisol engrossa o sangue e aumenta a chance de formar coágulos, que entopem as nossas artérias. Todos esses efeitos aumentam o risco de infarto agudo e acidente vascular encefálico (derrame).

O cardiologista Rica Buchler, do Alta Excelência Diagnóstica, em entrevista a Revista Galileu, disse o seguinte sobre o assunto: "estava analisando estudos comparativos de vários países, inclusive com outros esportes, e indicam que o excesso de sal no dia do evento e o estresse são estopins. Uma pessoa saudável, é muito difícil que aconteça alguma coisa. Acontece com quem já tem uma doença cardíaca. Então, o que preocupa, é quem não sabe que tenha. Não tem noção de sua condição de perigo e são submetidos ao estresse do jogo, muita bebida, muita comida salgada."

E essa preocupação do médico não é atoa, pois segundo dados do Ministério da Saúde, 31% dos homens não fazem exames regularmente e eles são as maiores vítimas de doenças cardíacas.

Um exemplo recente

Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade de Porto Alegre, cinco pessoas sofreram ataque cardíaco dentro do estádio Beira-Rio no dia 27 de maio, no confronto entre Internacional e Corinthians. O Inter venceu o Corinthians de virada, fazendo o segundo gol aos 46 do segundo tempo. Depois da emoção do gol, os torcedores começaram a passar mal.

A assessoria do clube confirmou apenas 3 casos, um onde um torcedor caiu e bateu a cabeça, outro por ter sofrido um infarto e o terceiro sofreu uma parada cardíaca. Ah, infelizmente houve uma morte no estádio, mas não sabemos se esse caso está contabilizado na conta da assessoria do Inter. No caso, um homem chamado Aldo Daroit teve um ataque cardíaco, foi levado a um hospital, mas não sobreviveu.

E ainda dizem que é apenas futebol...


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest