icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Por onde anda a servidora que bateu ponto e fugiu?

POR Magno Oliver    EM Entretenimento      03/10/16 às 16h06
capa do post Por onde anda a servidora que bateu ponto e fugiu?

"A senhora fez, nós temos gravado. Senhora, senhora, por que a senhora está correndo se não é funcionária da Assembleia?". Essa frase se tornou muito famosa e viralizou na internet de uma forma tão grande, que chegou a render vários memes nas redes sociais.

O caso de Edinair Maria dos Santos Moraes registrando presença na Alego já foi parar no ranking de mentiras que os brasileiros mais contam e que já mostramos para você, aqui no site da Fatos Desconhecidos, quais são elas.

O caso da "senhora" foi parar nos trending topics  de várias redes sociais e ficou muito famoso em 2015. O caso ocorreu com Edinair Maria dos Santos Moraes. Ela foi flagrada pela equipe de reportagem da TV Anhanguera, filiada da Rede Globo em Goiás, que mostrava servidores da Assembleia Legislativa de Goiás que batiam o ponto no trabalho e iam embora logo em seguida.

Algum tempo se passou e nunca mais se ouvir falar de Edinair. Por onde anda a servidora que bateu ponto na Assembleia Legislativa e fugiu da repórter?

De acordo com informações do portal de notícias G1, "Após ser flagrada ao bater ponto e, em seguida, sair da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), a assessora Edinair Maria dos Santos Moraes, de 49 anos, ficou com medo de ser agredida e deixou Goiânia.

Segundo a defesa, há provas de que ela cumpria sua função de assessora na Casa. Porém, devido a um "grande equívoco", ela foi exonerada e vítima de série de ataques e piadas nas redes sociais."

O advogado de Edinair, Maurício Vieira de Carvalho Filho, conta que o caso "teve uma repercussão muito grande.

Foram feitas várias montagens, vários perfis falsos nas redes sociais usando o nome e a imagem dela de maneira ilegal. Ela não tem condição de fazer nada hoje."

Depois do ocorrido com a servidora, a direção da Assembleia Legislativa implantou um sistema biométrico para identificar os funcionários de forma digital.

De acordo com o portal, "o esquema de entrada e saída dos servidores mudou. Quem entra antes das 7h ou sai depois das 19h terá de passar pela portaria da Rua 29, ao lado do estacionamento. Já aqueles que trabalham entre 7h e 19h devem utilizar o acesso principal pela Alameda dos Buritis."

Edinair se mudou de Goiânia e foi morar em outra região para não ser lembrada por conta do ocorrido e o vexame que passou. Na época, Edinair trabalhava como assessora parlamentar no gabinete do deputado Marlúcio Pereira(PTB). O salário dela era de R$ 2 mil.

De acordo com o presidente da Alego, Hélio de Souza(DEM), em entrevista ao jornal Correio Braziliense, "nós a exoneramos porque ela disse que não trabalhava na Assembleia. Então, esse foi o critério".

Você se lembrava da mulher do meme "Senhora"? Mande seu comentário para gente!


Próxima Matéria
Via   correiobraziliense     globo.com     g1     youtube  
avatar Magno Oliver
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest