• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que a preferência de ingestão de xixi por parte das formigas faz bem ao nosso planeta?

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Animal      11/02/20 às 14h40

O nosso mundo é composto por diversos animais. São tantas espécies que sequer conhecemos todas. A maior parte dos animais é muito temido pelas pessoas, principalmente os de grande porte, como leões, hipopótamos etc. Por sorte, não vamos encontrar um desses por aí, no nosso dia a dia. Mas não pense que estamos livres desses pavores, pois ainda podemos encontrar aranhas e demais insetos por aí. Mesmo temendo muito, cada um desses seres são extremamente importante para o nosso planeta, até mesmo a formiga. As formigas são conhecidas por serem comuns e bastante organizadas. Inclusive, a alimentação das formigas pode interferir diretamente no bem-estar do nosso planeta.

Recentemente, os pesquisadores australianos notaram uma diferença na dieta das formigas açucareiras. Como falamos anteriormente, a sua dieta pode mudar muita coisa no mundo. Enfim, eles notaram que essa espécie também se alimenta de xixi. Eles achavam que isso seria um mecanismo dessas formigas. Segundo as crenças que tinham, era um método de sobreviver em situações onde elas não conseguiam encontrar açúcar. No entanto, um novo estudo realizado pela mesma equipe da Universidade da Austrália Meridional mostrou que é diferente. Após terminarem a pesquisa, concluíram que, na verdade, essas formigas preferem ingerir à urina ao ingrediente doce.

Ficou curioso sobre esse estudo? Então, confira conosco a seguir, porque trouxemos algumas informações mais profundas a respeito. Confira conosco então porque a preferência de ingestão de xixi, por parte das formigas, faz bem ao nosso planeta. Já aproveite para compartilhar com seus amigos nas redes sociais e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Por que a preferência por xixi por parte das formigas faz bem ao planeta?

O trabalho comparou o comportamento das formigas Camponotus terebrans, ou melhor, açucareiras, quando expostas a diferentes concentrações de urina humana, água açucarada e água com ureia. Essa última é uma substância que podemos encontrar em xixi de mamíferos. Após realizarem esse estudo, os cientistas ficaram surpresos ao notar algumas coisas. Eles viram que os insetos eram mais atraídos pelo líquido excretado por humanos. O xixi era sua principal escolha de alimento.

A explicação é que essas formigas procuram a ureia, pois a substância é processada por uma bactéria. Essa bactéria está presente no trato digestivo desses insetos. Além disso, ela consegue extrair nitrogênio da ureia e usá-lo para formar a proteína. E, além disso ajudá-las a se manterem vivas em condições adversas, esse hábito faz muito bem ao meio ambiente. Isso porque, quando consomem nitrogênio, as formigas impedem que óxido nitroso, um gás de efeito estufa, seja liberado na atmosfera.

O N20 é 300 vezes mais potente que o dióxido de carbono. Ainda que seja menos potente que o carbono, sua presença na atmosfera aumentou de forma significativa na última década. Isso por causa do alto uso de fertilizantes pelo mundo. A autora da pesquisa, Sophie Petit, diz que, embora ainda haja muito a aprender sobre o comportamento das formigas, o estudo mostra uma relação simbiótica entre elas e vertebrados, como cangurus.

"A capacidade das formigas prosperarem em ambientes secos e arenosos e usar fontes para nitrogênio não disponíveis para outras espécies é impressionante. Isso pode dar a elas uma vantagem competitiva. Isso, quando permite que alimentem mais filhotes e, portanto, aumentam sua população", disse.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+