• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que a saliva não mata a sede?

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      07/11/19 às 12h01

Gente, vocês já se perguntaram por que a saliva não é capaz de matar a nossa sede? Essa é uma questão bem curiosa, não é verdade? Afinal, a saliva é composta basicamente de água, certo? Bom, não se preocupe, fomos a fundo para responder tal pergunta. E vamos explicar tudo agora.

Em suma, a saliva não é capaz de matar nossa sede por possuir uma alta concentração de sais e de outros solutos. Basicamente, sua composição é responsável por fazer com que nós possamos sentir mais sede, sempre que tentamos engoli-la. Nesse ínterim, quanto mais você a engole, mais vontade de beber água você sente.

Além disso, é preciso avaliar outro fator. Quando estamos com sede, não temos saliva. Ou seja, a ausência do líquido é um "aviso" para que nosso corpo se hidrate. Basicamente, é preciso levar em conta também que nosso corpo perde água e sais minerais, diariamente, pelo suor, urina ou respiração. É por isso que precisamos ingerir água o tempo todo.

Função da saliva

Realmente nós não conseguimos matar nossa sede com a saliva, isso é fato. Entretanto, isso não quer dizer que a saliva não tenha um papel importante na hidratação corporal.

De acordo com a cirurgiã-dentista e especialista em alterações salivares, Maria Cecília Aguiar, em entrevista para o portal Terra, "quando a água eliminada não é reposta adequadamente, o balanço hídrico é negativo. É por esse motivo que ocorre a desidratação. Porém, nosso organismo dispõe de diversos mecanismos que facilitam essa regulação, um deles é a salivação. Produzimos diariamente entre 1L e 1,5L de saliva que é deglutida e, como a maior parte de sua composição é água, tem papel na reidratação do organismo, como se estivéssemos consumindo goles de água".

"Quando estamos desidratados, a produção de saliva diminui, gerando a sensação de "boca seca", que instintivamente nos faz beber água", diz a especialista.

Além disso, é importante lembrar também que a saliva ajuda no início da digestão dos alimentos. A saliva também neutraliza a acidez da boca, previne cáries, mata bactérias indesejadas e, acredite ou não, auxilia na fala. Como é possível?

Bom, por lubrificar a boca e a faringe, a saliva mantém o aparelho fonador em bom estado. Assim, garante que a voz saia corretamente, sem falhas, basicamente. Portanto, a falta de saliva é um mau sinal para nosso corpo.

Sua ausência, em suma, pode ocasionar problemas gastrointestinais, aftas e cáries. Agora, e se você está com sede, mas não existe, de nenhuma forma, a possibilidade de se hidratar? De acordo com especialistas, quando você estiver com sede, morder a língua ou mascar chiclete são hábitos que ajudam a produzir saliva.

Como saber que meu corpo está hidratado?

Como acabamos de explicar, infelizmente, a quantidade de saliva que produzimos não é o suficiente para hidratar todo o corpo.

"O corpo de um adulto é composto por 70% de água e necessita da ingestão diária de 1,5 litros a 3 litros de líquido para se manter saudável. Em suma, tal valor varia de pessoa para pessoa, de acordo com o peso. A quantidade, diariamente produzida, é menor do que a demanda para manter o balanço hídrico", diz Maria Cecília.

De acordo com Len Horovitz, um dos médicos do Hospital Lenox Hill, em Nova York, "a melhor maneira de saber se você está desidratado é observar a cor da sua urina ". "Quando seu corpo está desidratado, ele entra no modo de sobrevivência e mantém toda a água, o que significa que sua urina ficará muito concentrada e menos aquosa", explica.

Próxima Matéria
Via   Terra     Live Science  
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+