• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que achamos que ser magro é bonito?

POR Magno Oliver    EM Ciência e Tecnologia      16/07/15 às 17h22

Vivemos em uma sociedade em que a preocupação com o local do ponteiro da balança está sendo maior que qualquer outro tipo de coisa. E essa fissura pelo peso, corpo saudável e sempre em forma é estampada todos os dias nas revistas, jornais, noticiários, internet e televisão.

As pessoas não se cansam nunca da busca por um corpo perfeito e ideal. Se formos vasculhar no passado, você vai perceber que até nos tempos clássicos, nas obras de arte dos séculos passados, a figura da mulher era representada como um perfil normal de corpo, exibindo curvas com estrias e dos mais diferentes tipos de perfis, ao contrário do que se tem atualmente em tempos de redes sociais fitness e pessoas que ditam moda em termos de alimentação e boa forma.
Mas por que será que as pessoas querem tanto emagrecer? Por que muita gente acha que um corpo magro ou sarado é sinônimo de beleza? Por que que o corpo magro é mais bem visto que qualquer outro perfil de corpo?

achillespent

1 - A Questão Histórica dos Padrões de Beleza

As pessoas fixaram em suas mentes que para ser bonito(a), formosa(o), tem que ser magro (a), necessariamente. Muito se confunde sobre o conceito de ser magro é ser bonito e acabam preconizando as pessoas gordas ou com um biotipo diferente de corpo. E desde os séculos anteriores, o padrão em si sobre o corpo tem mudado drasticamente, mesmo que a lógica por trás dele permaneça.

Segundo a a psicóloga Joana de Vilhena Novaes, Coordenadora do Núcleo de Doenças da Beleza e representante da Fundação Dove para a Autoestima no Brasil, "Os padrões que aparecem ao longo da História são, como regra, acessíveis a poucos". O que aconteceu no passado se reflete nas atuais gerações. O corpo perfeito tem se tornado um padrão muito desejado mas que é pouco acessível às pessoas em geral. Um desejo de muitos mas que atende a poucos.

2 - A admiração que custa caro

fashio2

O século XXI é um período em que as pessoas encontram mais alimentos à disposição, com mais possibilidades de conservação, transporte e métodos de preparo de lanches e refeições mais simples. No entanto, mesmo com tanta facilidade, o corpo magro e jovem desejado por praticantes de academia, exercícios físicos, também necessita de investimentos que custam caro, como tratamentos estéticos, cosméticos e, claro, muita grana.

Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética, anualmente no Brasil são feitas cerca de 1,5 milhão de cirurgias plásticas para procedimentos com fins estéticos e de intervenção no corpo humano.

3 - A questão da internet

maxresdefault

E os motivos citados acima são uma das explicações para esse desejo de corpo magro como símbolo de beleza. Outra mudança percebida nos padrões afirmam que as mulheres e os homens criaram um novo meio de adoração, que é o mito da beleza. Com a ascenção da internet, muita coisa tem piorado. A chegada das redes sociais Facebook, Tumblr, Instagram, Twitter e até os canais do Youtube contribuíram para a nova forma de obsessão por corpos cada vez mais magros.

A ideia de corpo magro e beleza é vendida e difundida em uma velocidade que assusta e atinge a todas as idades. Um estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, analisou 112 dietas que apareciam em diversas revistas brasileiras. A conclusão foi que apenas uma delas tendia a requisitos mínimos para garantir uma nutrição adequada à pessoa, enquanto que o restante prejudicava a saúde de quem buscava uma boa forma e um corpo magro e belo.

4 - Os mecanismos de dominação e desejo por um corpo bonito

unnamed-10

Muitos cientistas e especialistas em nutrição e saúde afirmam que a imagem da magreza não demonstra nada a não ser um corpo normal e com menos gordura que um outro com um perfil diferente de corpo. Segundo psicólogos, o conceito de beleza é muito abstrato e indefinido para ser atribuído ou definido em um tipo de corpo, pois existem vários tipos físicos.

A sociedade está presa a um mecanismo de dominação que faz com que muita gente faça milhares de sacrifícios com dietas malucas, técnicas de emagrecimento, atividades que visem a perda de peso exatamente porque pregaram-se ideias de que esse tipo de corpo seria o ideal e que para ser aceito era necessário esse tipo de "malabarismo".

De acordo com uma pesquisa do IBGE, no Brasil, mais de um terço das meninas que estão no 9º ano do Ensino Fundamental já se preocupam com o peso de seus corpos. Já o Journal of the American Academy of Child and Adolescent Psychiatry constatou que cerca de 60% das alunas no ensino médio já fazem dieta.  "Um corpo bonito é bonito para qualquer ponto de vistA e não necessariamente um biotipo magro",  afirmam sociólogos.

Próxima Matéria
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+