• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que algumas mães norte americanas compram e vendem pirulitos infectados com catapora?

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      02/12/19 às 10h47

Você sabia que, nos Estados Unidos, estão vendendo pirulitos que são lambidos por crianças com catapora? Sim, é verdade. Mas pior ainda são os consumidores. De acordo com informações disponibilizadas pela imprensa, pais americanos compram os pirulitos com o intuito de infectar seus filhos. O objetivo? Fazer com que os pequenos, no futuro, fiquem imunes à doença.

Ainda segundo a imprensa americana, a comercialização dos doces contaminados era feita, por meio de uma página no Facebook.

Como os pais compravam os pirulitos?

Ao que parece, a comercialização do produto era bem simples. Os pais entravam na página e, ali, ofereciam ou encomendavam doces, como, por exemplo, os pirulitos ou peças de roupas infectadas. Os produtos eram enviadas pelo correio. Mas será que isso realmente faria algum sentido? De acordo com especialistas, não.

Segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, o vírus da varicela, que causa catapora, "é transmitido por gotículas no ar, não por contato com a saliva". Ou seja, alguém doente precisa espirrar, tossir ou apenas respirar, e você precisa inalar o vírus para contrair a doença.

Ainda de acordo com a instituição, o vírus da catapora é extremamente sensível, o armazenamento inadequado o inviabilizaria, assim como o envio pelo correio. Além disso, "enviar um vírus pelo correio, ou operadoras privadas, nos Estados Unidos é ilegal. Não importa se isso ultrapassa as fronteiras do estado", disse o oficial de informações públicas de Nashville.

"Também é contra a lei federal adulterar produtos de consumo, como pirulitos, por exemplo", disse o oficial.

Festas

Seguindo a mesma linha de infectar as crianças como forma de imunizá-las, uma outra comunidade do Facebook promovia algo mais surreal. A página, cujo nome era semelhante a dos pirulitos, realizava encontros de crianças saudáveis e contaminadas para promover o contágio do vírus da doença.

Intitulada Find a Pox Party in Your Area, a página foi tirada do ar após a repercussão que ocasionou.

Como se sabe, essa prática foi muito usada no passado, antes do surgimento da vacina. Antigamente, era extremamente comum os pais deixarem os filhos próximos, para que todos pegassem a doença.

Em entrevista, a revista Crescer, Marcos Lago, membro do departamento de infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, diz que, hoje, a melhor forma de proteger as crianças é a vacina.

A vacina não é distribuída na rede pública. Nas clínicas particulares, custa, em média, R$ 160. "Essa vacina está no mercado há anos, é segura e eficiente. O envio de saliva não passa de uma loucura", diz o especialista.

A doença

Como todos sabem, a catapora é uma das doenças mais comuns durante a infância. Causada por vírus, a catapora pode ser altamente contagiosa, para aqueles que nunca foram acometidos ou para aqueles que não receberam a vacina. 

Em contrapartida, uma vez exposto à doença, a pessoa fica imune pelo resto da vida. A catapora é caracterizada principalmente pelo surgimento de bolhas vermelhas na pele, espalhadas por todo o corpo, que causam coceira e outros sintomas.

A catapora pode ser grave, especialmente em bebês, adultos e pessoas com sistema imunológico debilitado. A melhor maneira de prevenir a doença é recebendo a vacina.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+