icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Por que as pessoas gostam tanto de teorias da conspiração? (A ciência explica)

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      07/12/17 às 18h23
capa do post Por que as pessoas gostam tanto de teorias da conspiração? (A ciência explica)

Nós já fizemos matérias sobre várias teorias da conspiração. Alguns exemplos são as nossas listas com as 7 teorias da conspiração sinistras que vão deixar você preocupado e 8 teorias da conspiração insanas que são totalmente ignoradas. Mas vocês já pararam para pensar no por que as pessoas gostam tanto dessas teorias?

Nos últimos tempos, por exemplo, surgiram alguns caras malucos revivendo a teoria de que a Terra é plana. O curioso é que muita gente se interessou, inclusive apoiou essa história. Bom, querendo você ou não, as pessoas adoram essas teorias, e nós vamos explicar o porque disso.

O fenômeno pareidolia

O segredo está no cérebro humano. Vamos usar um exemplo recente, que é uma imagem do furacão Matthew. Ele passou pelo Caribe no ano passado e gerou grandes debates. Algumas pessoas viram a "cara da morte" e até mesmo dinossauros em imagens feitas pelas NASA.

Tal visão inusitada é consequência de um fenômeno psicológico chamado pareidolia. Ele consiste em reconhecer padrões ou mesmo fazer conexões de dados aleatórios com objetos e imagens. O nosso cérebro tem uma necessidade de decifrar padrões, tanto a partir de imagens, sons e até mesmo fatos. Sabe quando associamos o formato de uma nuvem com alguma outra coisa? Pois é, é algo bem próximo disso.

A explicação

As "mensagens satânicas" que algumas pessoas dizem ter visto também podem ser explicadas pelo fenômeno. "É um fenômeno cognitivo e de percepção. Isso significa que o que eu vejo nem sempre é o mesmo que você vê. A pareidolia está ligada a quanto mais se viveu e se viu", diz Maurício Raymundo de Cunto, um engenheiro brasileiro, perito forense e especialista em analisar som e imagem.

Ele ainda diz que esse fenômeno dificilmente acontece em crianças de um ano de idade. "É com o passar dos anos que nós armazenamos informações. O fenômeno fica mais intenso à medida que nosso banco de dados interno cresce e somos capazes de fazer associações", explica.

Sendo uma parte da evolução humana, nós somos "programados" para reconhecer certos indicadores do ambiente que vivemos. Mas, como assim? Sabe quando a neve, por exemplo, está derretendo? Esse é um sinal de que a primavera está chegando.

Isso nos ajuda a compreender o mundo à nossa volta. Com essas associações nos mantemos seguros de ameaças repentinas e desconhecidas. Quando nosso cérebro interpreta um conjunto de eventos aleatórios, ele está tentando encontrar algum fator em comum, algo que dê sentido ao que está acontecendo. Para nós, a "teoria da conspiração" é preferível e mais compreensível do que a ideia de uma série de acontecimentos sem sentido. Como se fosse uma explicação que todos queriam, mas não tem.

Mas e você, também adora as teorias da conspiração ou costuma ignorá-las? Comente!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest