• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Porque a DC Comics não deveria deixar o Superman para trás

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      18/03/19 às 18h55

A ideia da Warner Bros. em iniciar um universo compartilhado no cinema com os heróis da DC Comics foi representada por Homem de Aço, lançado em 2013. Desde então, o estúdio tem andado numa estrada brasileira, com tantos buracos que até se perdeu por um tempo. Sabemos o quanto os últimos anos foram difíceis para a empresa encontrar a direção certa nessa área. Foram inúmeras interferências nas produções, projetos engavetados, títulos tirados do fundo do baú e nada funcionava. Custou caro, mas enfim o estúdio parece ter entendido que se deixar a equipe criativa responsável pelo projeto trabalhar em paz, melhor tende a ser o resultado.

Aos poucos, com um filme de cada vez, a Warner tem entregue o brilho aos heróis outra vez. Mas não sem consequências. Para tanto, o estúdio fez uma limpeza na própria casa. Houve remanejamento nos cargos executivos e de presidência, vários nomes foram riscados de futuras produções, assim como certos títulos priorizados e outros deletados. Entre as cabeças roladas está praticamente todo o elenco de Esquadrão Suicida, a confirmação da saída de Ben Affleck e Ryan Fisher. As maiores dúvidas cercam dois grandes nomes, Ezra Miller, que está desenvolvendo um roteiro para o filme solo do Velocista Escarlate para tentar salvar o emprego, e Henry Cavill.

A esperança no homem do amanhã

O caso de Henry Cavill está similar ao de Ben Affleck. Até o momento, não houve qualquer pronunciamento de nenhum dos lados. Contudo, muitas pessoas do meio acreditam que o ator não deverá reprisar seu papel como Superman. O que seria uma decisão bastante lamentável. Homem de Aço dividiu muito a opinião do público e da crítica na época. Muitas fãs alegavam que o personagem apresentado no filme não era o herói que conheciam. E de fato não era. Na história de Zack Snyder, Clark sofre uma crise de identidade. Ele não sabe quem é realmente, o que pode fazer e, principalmente, o que deve fazer.

Henry Cavill se dedicou inteiramente ao personagem, de corpo (bem literal!) e alma. Tudo desmoronou quando colocaram o filho de Krypton ainda mais sério em Batman vs. Superman. Talvez não valha a pena mencionar a Liga da Justiça, porém, por breves minutos, vimos como o personagem poderia ser. Sem aparentar carregar o peso do mundo nos ombros. O problema é que a imagem desse Superman fazia parte dos planos de Snyder. Como o cineasta não está mais envolvido diretamente no desenvolvimento criativo da DC Films, nada mais justo que conceder a Cavill outra chance. O ator já mostrou o quanto pode oferecer ao personagem. E não apenas no físico. Por baixo de todo os músculos, Cavill conseguiu transmitir todas as emoções do personagem. Suas inseguranças, receios, alegrias, raiva, tristeza.

Por que reescalar outro ator para o papel se você já tem a melhor opção em mãos? A DC tem mostrado sinal de vida no cinema. Ela ainda respira e, ao que tudo indica, aprende com os erros. Uma boa alternativa seria trazer o Superman de Henry Cavill de volta. Diferente de tudo que fizeram com ele até agora. Talvez, o melhor, fosse conceder ao herói seu verdadeiro renascimento na tela. E na esperança de Homem de Aço 2, introduzir o Homem do Amanhã que tanto esperamos.

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+