icone menu logo logo-fatos-historicos.png


Por que tantos artistas resolveram protestar contra a Torre Eiffel?

POR Erik Ely EM História 27/05/20 às 02h11

capa do post Por que tantos artistas resolveram protestar contra a Torre Eiffel?

Sendo construída para a Feira Mundial de 1889, a Torre Eiffel seria rapidamente destruída após as atividades. No entanto, uma vez que perceberam que a torre veio para ficar, uma série de artistas resolveram protestar contra a Torre Eiffel.

Na época, o autor francês Guy de Maupassant afirmou que aquele era "um empreendimento diabólico de um fabricante com ilusões de grandeza". Além dele, outros moradores de Paris também não mediam palavras para ilustrar o monumento. Em muitos relatos, moradores apontavam a Torre Eiffel como um monumento "incompleto, confuso e deformado".

A Torre Eiffel nem sempre foi querida em Paris

Hoje, a Torre Eiffel é um símbolo de beleza e traz um ar romântico para a cidade de Paris. Entretanto, inúmeras críticas foram feitas contra sua estrutura na época em que ela foi erguida pela primeira vez no final do século XIX.

Construída para a Feira Mundial de 1889, a Torre Eiffel nasceu com o intuito de comemorar o centésimo aniversário da Revolução Francesa. Entretanto, um grupo significativo de pessoas desejava que o monumento fosse demolido imediatamente após o término das festividades. Assim, uma série de protestos em massa liderados por críticos clamavam para que o marco "inútil e monstruoso" fosse destruído.

Para Gustave Eiffel, designer da torre, ela era um símbolo do século moderno. Dessa forma, ele esperava que a estrutura fosse útil para o trabalho de meteorologistas e cartógrafos, dada a sua tremenda altura. Contudo, nem todos ficaram impressionados com seu trabalho. Isso porque, a estrutura recebeu uma série de críticas, que vinham principalmente dos artistas da cidade.

Liderados por Charles Garnier, o arquiteto por trás do famoso "pera Garnier, centenas de artistas assinaram uma petição pública em protesto contra a Torre Eiffel. Desse modo, podemos citar pintores, poetas, escritores e outros artistas que se envolveram na campanha contra o monumento.

Uma campanha que envolveu centenas de artistas

Sendo amplamente divulgada, a campanha foi divulgada no Dia dos Namorados. Dessa forma, uma publicação no jornal local 'Le Temps' deixou a posição do grupo sobre a "gigante chaminé de fábrica" bastante clara. Segundo eles, o monumento viria para sujar a imagem da cidade. "Toda a nossa indignação, em nome do desprezado gosto francês", escreveram os artistas na petição. "A cidade de Paris continuará a associar-se aos barrocos, à imaginação mercantil de um construtor de máquinas, a tornar-se irreparavelmente feia e desonrar a si mesma?", completou na petição.

Mesmo com toda a visão negativa, Gustave Eiffel enxergou de forma diferente. Caso o projeto fosse bem sucedido, ele imaginava que a torre seria como as Pirâmides de Gizé. "Não somos simplesmente o país dos artistas", argumentou Gustave. "Mas também, o de engenheiros e construtores chamados de todo o mundo para construir pontes, viadutos e estações. Por isso, monumentos como a Torre Eiffel merecem ser tratados com consideração", completou o designer.

Felizmente para Gustave, o projeto foi bem recebido pelo governo francês. Dessa forma, a construção da Torre Eiffel começou em janeiro de 1887 e foi finalizada em 31 de março de 1889. Depois disso, ela não foi derrubada como era da vontade de muitos artistas. Mas, ao invés disso, se tornou o monumento mais célebre de toda a França.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest