• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Por que você deveria "brigar mais" no seu relacionamento? (De acordo com a ciência)

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      05/12/17 às 15h39

E quem foi que disse que um relacionamento perfeito não tem brigas? Não que isso precise se uma regra universal, mas todo relacionamento tem suas desavenças, e às vezes é até necessário. Ah, e não podemos citar que uma briguinha às vezes faz bem, principalmente para matar aquela saudade gostosa na reconciliação.

Falando cientificamente, parece que os relacionamentos que tem brigas são mais felizes e tem maiores chances de continuarem. E não somos nós que estamos afirmando isso. Especialistas garantem que aprender a discutir com seu parceiro pode trazer vários benefícios para um relacionamento. Estudos dizem que manter a calma e resolver os problemas deixam um namoro/casamento mais consistente. O estudo a seguir mostra mais detalhes dessa análise.

Discussão de relacionamento

Durante 14 anos, especialistas das universidades da Califórnia e Washington acompanharam 79 casais para conseguirem detectar padrões de comportamento. Eles destacaram que o possível sucesso da relação dos casais seria a capacidade de discutir, argumentar e resolver as questões em dupla. Sendo assim, não estamos falando de brigas e "quebra-pau", mas sim de discussões saudáveis entre pessoas civilizadas. Ao final do estudo, 21 dos casais se divorciaram.

Entre esses casais que se separaram, a maioria deles levou muito tempo para abordar o tema da discussão do que os que permaneceram juntos. Porém, os casais que discutiram imediatamente após o conflito foram os que ficaram mais tempo juntos.

Stephanie Sarkis, uma especialista em saúde mental, diz que casais saudáveis discutem, mas não brigam, eles argumentam. "Você e sua parceria podem argumentar, cada um com seus respectivos pontos de vista, mas sem ofensas ou aumento de voz. Às vezes, vocês vão concordar ou discordar, e tudo bem", diz Sarkis.

Outra características dos casais que se separaram é que frequentemente eles interrompiam as discussões para fazer comentários inúteis, ficando sem foco. Os outros casais assumiam a responsabilidade por sua ações e escutavam o que o parceiro tinha a dizer, além de respeitar a opinião do próximo.

Sendo assim, caros amigos, podemos concluir que é possível ter um relacionamento com discussões, mas elas precisam ser discussões inteligentes, saudáveis, sem ofensas e como pessoas civilizadas. Brigas são normais em um relacionamento, mas é preciso "brigar" da maneira certa.

Mas e aí, vocês acham que é possível ter discussões pacíficas? Como você discute com seu parceiro? Não esqueça de comentar aqui embaixo!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+