• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Porque uma série sobre a família Targaryen pode ser melhor que Game of Thrones

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      31/10/19 às 14h16

Na última terça-feira, os tão comentados rumores se concretizaram, e uma aguardada derivação de Game of Thrones foi confirmada. Após muita especulação por parte da imprensa e dos fãs, a HBO finalmente oficializou a produção de House of the Dragon. Isso mesmo, meu caro. A aclamada família Targaryen ganhará sua própria narrativa. Segundo o TecMundo, o anúncio aconteceu em um evento da Warner Media e garantiu o enfoque na linhagem da Casa de Fogo e Sangue. Embora ainda faltem detalhes, já sabemos que o enredo será baseado no livro Fire & Blood, de George R. R. Martin. Ademais, os eventos se passarão 300 anos antes dos acontecimentos da série original. Sendo assim, nada de se iludir com o retorno de Emilia Clarke, ao papel de Daenerys.

Juntamente com Martin, teremos o roteirista Ryan Condal, na elaboração da narrativa. Além disso, o cineasta Miguel Sapochnik - conhecido por dirigir épicos episódios de GOT, como Durolar, A Batalha dos Bastardos e A Longa Noite - se unirá à Condal no comando do programa, além de dirigir alguns episódios. Falando nisso, já foram confirmados 10 episódios iniciais. Tais informações surgiram após ser noticiado que o outro spin-off de Game of Thrones, aquele estrelado por Naomi Watts, foi cancelado. Surpreendentemente essa informação não foi recebida com decepção. Afinal, apesar de contar sobre a Era dos Heróis, em Westeros, se afastaria muito da narrativa de GOT. Aliás, talvez, tenha sido essa a razão responsável por levar a HBO, a optar por uma adaptação de algo mais próximo dos eventos recentes.

Sabemos que a última temporada de Game of Thrones foi responsável por dividir opiniões e até revoltar alguns espectadores. No entanto, existem alguns motivos que nos levam a acreditar que House of the Dragon pode ser melhor que sua antecessora.

Exploraria o melhor de Game of Thrones

Pra começar, essa nova produção apresentaria eventos críticos, responsáveis por moldar o mundo de Westeros. Cavaleiros de dragões, conquistadores e guerreiros, seriam personagens notáveis desse enredo. Assim, conheceríamos melhor os Targaryens, alguns dos homens e mulheres mais famosos da história dos Sete Reinos. Além disso, loucura, crueldade e traição seriam elementos chave dessa história. Afinal, na própria GOT, fomos apresentados superficialmente as várias problemáticas envolvendo essa casa. Sendo assim, as possibilidades envolvendo ramificações de uma série que siga o reinado Targaryen são impressionantes. Logo, House of the Dragon se encaixaria perfeitamente nos quesitos exigidos pelos fãs de Game of Thrones.

Por fim, caso a série se aproxime dos eventos mais atuais, existe a possibilidade de vermos personagens adorados retornarem, mesmo que em versões mais jovens. Só para ilustrar, seria plausível trazer rostos familiares como Robert Baratheon, Eddard e Lyanna Stark, Rhaegar Targaryen e o Rei Louco. Talvez, até possamos testemunhar o nascimento de Daenerys na Pedra do Dragão e Jon Snow, na Torre da Alegria.

Pode responder muitas perguntas em aberto

Apesar de Game of Thrones ter sido concluída deixando muitas perguntas sem resposta, vale lembrar que a série já começou assim. Afinal, o que realmente aconteceu na Rebelião de Robert? Fomos apresentados a diversas versões da história, mas ainda assim, a nossa opinião sobre a mesma é inconclusiva. Ademais, como foi a conquista de Aegon, o reinado dos Targaryen e, principalmente, a queda de Valyria? Esses são questionamentos que nos assombram e que poderiam ser respondidos no decorrer de House of the Dragon.

Explorará a fundo a mitologia em torno de Game of Thrones

Um dos principais atrativos, nessa nova produção, é a possibilidade de acompanhar a consolidação dos Sete Reinos. Os fãs almejam explorar os ancestrais e as casas de seus personagens preferidos. Sendo assim, à medida que a invasão de Aegon for se desenvolvendo, nos depararemos com nomes conhecidos e até poderemos relacionar alguns pontos de histórias contadas na própria GOT. Ademais, aprenderíamos mais sobre a origem dos dragões e teríamos a oportunidade de conhecer personagens que inspiraram Arya Stark e cativariam o público da mesma forma. Um grande exemplo disso é Elissa Farman, uma agregada da família Targaryen, conhecida por seu desejo de explorar o mundo. Sua personalidade é semelhante a de Arya, se mostrando uma potencial substituta para o afeto da mesma.

Tem uma infinidade de material adaptável

Um dos maiores problemas de Game of Thrones foi a limitação ocasionada pelo material de origem. Em suma, assim que a série chegou em sua quinta ou sexta temporada, não havia mais livros para servirem como base. Bom, esse não será o caso de House of the Dragon, já que o passado de Westeros ainda é algo consolidado. Além disso, existe uma vastidão de histórias que podem ser adaptadas. A conquista de Aegon, por exemplo, seria capaz de preencher uma temporada inteira. Posteriormente, narrativas como o terrível reinado de Maegor, a prosperidade de Jahaerys e a devoção de Baelor poderiam ser utilizadas no enredo. A última, por sua vez, se mostrasse a construção do grande septo, proporcionaria um belo paralelo com a destruição do mesmo, por Cersei, no fim da sexta temporada.

Todavia, sem dúvidas, a história mais provável para o prelúdio é a Dança dos Dragões. Esse período também é conhecido como a Guerra Civil Targaryen, que ocorreu entre 129 e 131 a.C. Resumidamente, existem muitas histórias dos Targaryen das quais a HBO poderia extrair conteúdo para sua nova série, porém, não negamos que algumas são melhores que outras.

E então, o que você achou? Ficou animado com a confirmação dessa série? Sente saudades de Game of Thrones? Compartilhe sua opinião com a gente.

Próxima Matéria
Via   THR     TecMundo     SR  
Imagens HBO
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+