icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 problemas de saúde que você pode adquirir em praias

POR Erik Ely    EM Curiosidades      18/09/20 às 10h38
capa do post 7 problemas de saúde que você pode adquirir em praias

Nas férias, nada melhor do que ir para a praia, certo? Nem sempre, ainda mais que, se você parar para pensar, ir à praia é uma atividade mais perigosa do que parece. Dessa forma, se você não tomar cuidado, poderá se tornar um ímã de doenças. De toda forma, separamos 7 problemas de saúde que você pode adquirir em praias e algumas maneiras de evitá-los.

Ao ir à praia, algumas pessoas querem simplesmente enfiar os pés na areia ou nadar no oceano. No entanto, até mesmo isso deve ser feito com cautela. Caso contrário, a próxima visita ao médico poderá mais cedo do que o previsto.

1 - Lombrigas

Banhistas devem estar atentos às lombrigas. Isso porque, esses parasitas podem ser encontrados nas fezes de cachorros. Por isso, ao entrar em contato com a areia da praia, é preciso ter cuidado, uma vez que um cão possa ter feito suas necessidades naquele local. Caso suspeite de lombrigas, os sintomas aparecem como: náuseas, vômitos, tosse, diarreia, falta de ar, febre, dor abdominal e até a presença de vermes nas fezes.

2 - MRSA

Staphylococcus aureus resistente à meticilina, ou também SARM ou MRSA ou ORSA é uma bactéria que, ao ser adquirida, pode afetar o funcionamento de ossos e órgãos. Dessa forma, ainda que a infecção possa ser tratada com pomadas, em casos mais graves é necessário operar. Essa bactéria pode ser encontrada na água porque ela se alimenta de sal. Por isso, a água salgada é um prato cheio para sua alimentação.

3 - Ancilostomídeos

Colocar os pés na areia pode ser relaxante, mas também é uma ótima forma de adquirir infecções por ancilostomídeos. De forma resumida, a infecção pode ser evitada com o uso de chinelos e sintomas como dores e náuseas também passarão longe.

4 - Dermatite cercariana

Mais conhecida como coceira de nadador, a dermatite cercariana é resultado de exposições as larvas de parasitas trematódeos. Nesse caso, a área infectada se torna irregular e, essas alterações podem permanecer na pele por um período de 48 horas até sete dias. Esses parasitas atingem caracóis, o que os leva até os pássaros. Contudo, nesse processo, os humanos acabam sendo infectados.

5 - Insetos estomacais

Na areia das praias, é comum termos contaminação fecal e micróbios. Isso acontece porque, próximo a esses locais, existem muitas estações de esgotos e o próprio lixo que chega até as praias. Com isso, caso sintomas de diarreia, cólica ou náuseas sejam percebidos, um especialista deve ser consultado e o melhor tratamento será indicado.

6 - Doença dos legionários

Sendo mais comum em banheiras de hidromassagem, a bactéria Legionella cresce em ambientes com temperaturas mais elevadas, o que as faz ser comum em chuveiros também. Ao encontrar um hospedeiro humano, a bactéria pode ser percebida em sintomas de tosse, febre e dores musculares. Esses sintomas tendem a durar por volta de duas semanas.

7 - Hepatite

Raramente, temos casos de hepatite A em água, mas a possibilidade ainda existe. Por isso, temos que tomar cuidado. Em alguns lugares, as vacinas para surfistas ou pessoas que trabalham em praias foi reforçada. Nos casos mais graves, é possível que o paciente venha a ter câncer ou cirrose no fígado.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest