• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Qual é a verdadeira origem do Carnaval?

POR Erik Ely    EM Curiosidades      24/02/20 às 23h03

Podemos afirmar que, desde os tempos mais primórdios, o Carnaval já existia. Na Roma Antiga, por exemplo, já tínhamos bloquinhos e até mesmo, carros alegóricos. Mas afinal, qual é a verdadeira origem do Carnaval?

Atualmente, o Carnaval reúne milhares de pessoas nas ruas, nas passarelas do samba e em clubes de todos os cantos do país. Mas se engana, quem pensa que essa festa surgiu no Brasil. De acordo com muitos historiadores, o Carnaval é a festa profana mais antiga que se tem registro, sendo que existe há mais de 3 mil anos.

Se não foi criado no Brasil, de onde veio?

Ao longo da história, as raízes mais remotas do Carnaval se encontram na Grécia Antiga. Dessa forma, podíamos encontrar essa comemoração, como um culto ao deus Dionísio que, mais tarde, seria celebrado na Roma como Baco. Depois disso, se espalhou para os países de cultura neolatina.

Nessa época, as primeiras seguidoras de Dionísio foram mulheres. Dessa forma, por conta dos dias de folia, elas podiam escapar da vigilância dos maridos. Assim, nos dias permitidos, elas saíam em grupos, com o rosto coberto de pó e com vestes transformadas ou rasgadas, cantando e gritando. Depois disso, não demorou muito para os homens também se juntarem a essa celebração.

Outros historiadores apontam que as festas populares que ocorriam na era pré-cristã na Hemisfério Norte impulsionaram o que se caracterizou como a origem do Carnaval. Dessa forma, em regiões como Egito, Roma e Grécia, comemorava-se o fim do inverno e a chegada da época do plantio de lavouras. Contudo, nessa época, ainda não havia referências religiosas, mas já havia brincadeiras e as máscaras.

Com a chegada do Cristianismo, o Carnaval começou a ganhar contornos religiosos. Dessa forma, a festa passou a ter um sentido de exagero e diversão. Além de muita comida e bebida, que antecediam a entrada do jejum dos cristãos antes da Páscoa. No entanto, podemos afirmar que o Carnaval possui múltiplas origens, com diferentes significados e contextos que levaram seu nascimento em cada região.

Finalmente, o Carnaval chegou ao Brasil

Durante o século 17, a comemoração chegou ao Brasil por meio portugueses. Com o nome de intrudo, pessoas sujavam umas as outras em forma de brincadeira. Entretanto, "havia uma distinção social nessa festa. As famílias brancas brincavam nas casas e os escravos brincavam nas ruas", afirma Rita de Cássia Araújo, historiadora e diretora da Fundação Joaquim Nabuco.

Enquanto isso, africanos escravizados faziam suas comemorações, ao som de batuques e ritmos trazidos da África. Posteriormente, esses ritmos se misturariam com os gêneros musicais trazidos de Portugal. Com o tempo, podemos dizer que essa mistura seria a origem das marchinhas, do samba e outros ritmos musicais.

Com a declaração da independência do Brasil, em 1822, o intrudo, uma festa de raiz colonial, passou a ser visto como algo negativo. Por isso, na segunda metade do século 19, a festa viria como Carnaval para o Brasil. Sendo trazida da Itália e França, ela significava "adeus à carne". Em seguida, os bailes de desfiles nas ruas começaram a ganhar força. A partir de 1935, as escolas de samba ganharam destaque. Contudo, na década de 1960, a marchinha deu lugar ao samba-enredo das escolas de samba. Além disso, por ser um país de dimensões continentais, cada região do Brasil passou a comemorar a festa das diferentes maneiras, que conhecemos hoje em dia.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+