• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Qual é o bicho com a vida mais curta?

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      16/11/19 às 19h17

Como todos sabemos, a vida, por mais bela que seja, é finita. Aliás, a única certeza que temos na vida é a morte, e isso vale para todos os seres. E como sabemos, o reino animal tem uma infinidade de espécies, e todas elas têm um papel dentro do ecossistema, e às vezes, esse papel envolve a morte. Mas então, entre as milhares de espécies animais que existe no planeta, qual delas têm a vida mais curta? A resposta para essa pergunta não envolve um bicho só, mas uma classe inteira de insetos. Isso mesmo, o recorde de vida mais curta no reino animal, pertence aos efemerópteros.

Da ordem Ephemeroptera, os efemerópteros, como o próprio nome sugere, tem uma vida bastante efêmera. Esses insetos têm no máximo 24 horas de vida. Dá para imaginar, isso? Nascer, viver e morrer, isso tudo em um único dia? Pois é, mas isso tudo faz parte do ciclo perfeito da vida na natureza. E não é como se eles tivessem consciência do quão efêmera é a vida deles.

Vida curta

Como explica o biólogo Milton Neto, que é professor do Colégio Walt Disney, de Pernambuco, esse período curto, de 24 horas, serve praticamente apenas para a reprodução. Ou seja, o conceito de viver só tem sentido para os seres humanos porque, no caso dos efemerópteros, o seu propósito é apenas procriar e morrer. Esqueça a parte do envelhecer.

Composta por cerca de 4 mil espécies, a classe dos efemerópteros é a mais antiga entre os insetos com asas já registrados. Só no Brasil, já foram classificados 63 gêneros e 166 espécies, em dez famílias diferentes de efemerópteros. Entre eles, estão vários insetos populares, como aleluias, besouros-de-maio, borboletas-de-piracema, efêmeros, ririruias, e sirirujás entre vários outros.

Outra curiosidade, interessante sobre os efemerópteros, é que eles possuem peças bucais rudimentares, e não chegam sequer a se alimentar em seu curtíssimo tempo de vida. Eles se parecem muito com as cigarras, pois possuem o corpo mole, podendo chegar até 4 centímetros de comprimento. Além de possuírem asas membranosas.

Outros bichos

Da mesma forma que os efemerópteros, várias espécies de mosquitos também têm pouco tempo de vida. Alguns variam entre um e dois dias de existência. "Animais que se reproduzem muito geralmente vivem pouco", explica o professor, Wellington Almeida.

Uma outra curiosidade envolve justamente as cigarras, e o seu tempo de vida. A fase, que os especialistas chamam de ninfa, consiste no segundo estágio do desenvolvimento dos insetos, uma fase em que a formação ainda está incompleta. Tal etapa pode durar até 20 anos. E depois do nascimento, o inseto vive, no máximo, 50 dias. Dá para imaginar isso?

Já expandindo para outras espécies, entre os mamíferos, os ratos são os que possuem vida mais curta. Os roedores têm um tempo médio de vida de dois anos. Rato é o nome geral dado aos roedores Muridade, maior família de mamíferos que existe na Terra. São cerca de 650 espécies. Também há outro mamífero com tempo de existência  curto, e é a toupeira, que pode chegar a ter sete anos de vida, mas isso é exceção, já que a média é de apenas três anos.

Enfim, você já sabia disso? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar essa curiosidade com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+