• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Qual é o perigo de encostar em uma baleia morta?

POR Diogo Quiareli    EM YouTube      24/10/19 às 15h12

Podemos dizer que a baleia é uma bomba atômica no mundo animal? Vamos te explicar que essa frase pode fazer sentidoCalma, não quer dizer que as baleias vão explodir no fundo do oceano com frequência. Não vão prejudicar os demais seres que habitam esse lugar. Vamos contar melhor o motivo pelo qual esses animais são totalmente perigosos. Principalmente, é claro, quando ficam encalhados, em praias.

É comum a gente ouvir histórias, de que uma baleia ficou entalada, em alguma praia por aí. Isso, como esperamos, atrai diversas pessoas curiosas, que querem ver o animal de perto, estando ele vivo ou não. Só que, se aproximar para ver melhor, pode não ser uma boa ideia. Na verdade, essa é uma péssima ideia. Isso porque as baleias podem explodir. Isso mesmo que você ouviu. Quando falamos que podem explodir, não estamos falando do uso de dinamites ou coisas do tipo. Um caso assim já apareceu em um episódio antigo de Os Simpsons. 

Motivo pela explosão

Isso, que acontece com as baleias, é, na verdade, uma auto detonação espontânea do cetáceo. Para que possam entender um pouco melhor, vou fazer uma relação com os seres humanos. Muitos não sabem, mas existem caixões, que são selados. Assim, de alguma forma, impedem a ação de vermes e larvas, na decomposição dos corpos. O problema é que os caixões podem explodir, quando estão enterrados em determinada profundidade. Isso faz com que os corpos explodam, como as baleias encalhadas. A razão, que leva o corpo a explodir, é o enorme acúmulo de gases.

Em um caixão que não é selado, os processos de fermentação e putrefação, que normalmente ocorrem após a morte, podem ser eliminados na atmosfera. Por outro lado, em um caixão selado, esses gases podem se acumular até atingirem uma pressão absurda.

Dessa forma, dependendo da forma como o corpo das baleias é danificado na hora da morte, as explosões podem ser intensas. A maioria delas morre em pleno mar, o que quer dizer que a própria natureza se encarrega de resolver o problema na forma de predadores. São eles os responsáveis por perfurarem a baleia morta, com suas garras e dentes, criando nela alguns buracos, que são suficientes para que esse processo de decomposição aconteça sem problemas.

Debaixo d'água

Outra coisa que acontece, é que, debaixo da água, as baleias mortas são rapidamente devoradas por outros seres marinhos. Elas não dependem dos micróbios para isso. Porém, algo bem diferente acontece quando uma baleia morre encalhada em uma praia, ou próximo dela, sendo facilmente trazida para a terra. Por estar fora d"água, o cetáceo fica muito mais pesado, e em uma posição que facilita que o seu ânus e garganta fiquem bloqueados. A consequência disso é que os gases da decomposição, principalmente o dióxido de carbono e o metano, fiquem presos, fazendo a pressão interna aumentar, absurdamente.

Por falta de uma válvula de escape, a conclusão é a explosão, com órgãos externos e toda carcaça podendo ser arremessados por mais de 9 metros de distância. Algo mais perigoso do que se imagina… Para evitar que isso aconteça, é necessário fazer um pequeno furo, para que a baleia esvazie de forma lenta, como um balão cheio de ar, por exemplo. No entanto, é preciso ter muito cuidado e conhecimento nesse processo, para não resultar em uma explosão. Inclusive, é recomendado que especialistas no assunto se encarreguem disso.

Um caso de 2014 alertou o mundo a respeito da gravidade dessa situação. Uma baleia encalhada chamou a atenção das pessoas numa cidade do Canadá. O animal inflou mais do que os moradores locais acreditavam que poderia inflar após morrer. A baleia havia sido arrastada pelas ondas, até encalhar por completo, na costa da região. O inchaço dela logo se tornou um medo crescente na comunidade, que começou a ficar extremamente preocupada, por causa da ameaça de explosão do animal. Mesmo com o mau cheiro, o corpo da baleia, de 25 metros, tinha virado um ponto turístico para quem morava ou passava por ali. 

Caso real

Isso mostra que nem medo de um iminente acidente, não foi capaz de afastar as pessoas curiosas, né? Felizmente, as autoridades conseguiram lidar com a situação e afastaram, de uma vez por todas, as pessoas que estavam ali apenas para apreciar - se é que podemos dizer assim - o animal morto. Um ano antes desse caso do Canadá, houve outro, na Dinamarca. Mas ele não terminou tão bem assim. Era final do ano, e outra baleia, inflada após morrer, apareceu encalhada numa praia bem movimentada. O animal explodiu, quando começaram a examiná-lo

Um profissional, que havia havia começado a operação, se feriu gravemente, tendo até danos permanentes. O vídeo, mostrando o exato momento, é um tanto medonho e nos faz entender o quão perigoso pode ser, de fato, chegar perto de um desses animais, quando estão nessas condições. A partir do interesse das pessoas, vários especialistas passaram a espalhar mais informações a respeito. Como falei antes, foi confirmado que isso acontece por causa dos gases acumulados, no interior do organismo das baleias.

Os animais encalhados, por conta do processo de decomposição e pressão dos gases presos, irão inflar e certamente sopitar, em algum momento. Vale lembrar que isso pode piorar, de forma mais intensa, quando os animais estão expostos ao calor. Viu só como ir a uma praia, com uma baleia encalhada, pode ser perigoso?

Confira conosco em vídeo.

Vídeo

E aí, o que você achou? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos, afinal, seu feedback é extremamente importante.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+