• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Qual foi o maior engarrafamento do mundo?

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      26/08/19 às 18h17

Se tem uma coisa que pode deixar qualquer pessoa irritada é o engarrafamento. Aquele congestionamento quilométrico aliado a um calor digno do inferno é de deixar qualquer pessoa fora do sério. Não tem um motorista que goste de ficar preso no trânsito. Bom, existem algumas soluções para acabar com os congestionamentos, como o metrô ou simplesmente as bicicletas.

Mas como a maioria das pessoas não trocam o conforto do carro por essas opções o trânsito e o congestionamento não param de crescer conforme as populações vão crescendo. O trânsito costuma ter seus picos de estar ruim. Como por exemplo logo depois das férias ou em um feriado prolongado.

Agora imagine um congestionamento na China. O país transformou o pior pesadelo de qualquer motorista em realidade. Isso aconteceu quando centenas de milhões de pessoas voltaram para casa durante o final de uma Semana Dourada, que é um feriado nacional.

Milhares de motoristas ficaram parados em uma terça-feira na via expressa G4 Pequim-Hong Kong-Macau, que é uma das mais movimentadas do país. As 50 pistas dessa via ficaram totalmente engarrafadas. O engarrafamento foi tão grande que algumas pessoas chamaram de "carpocalipse" e outros chamam de "carmageddon".

Engarrafamento

O motivo do engarrafamento pode ter sido um pouco a neblina. Mas o verdadeiro culpado por essa fila imensa de carros é o novo ponto de controle que força o tráfego a se fundir de 50 para apenas 20 linhas. Supostamente, o tráfego se seguiu por horas.

Para China engarrafamentos são normais, principalmente nas rodovias nacionais. Em 2010, aconteceu uma paralisação de mais de 120 quilômetros no trecho entre a Região Autônoma da Mongólia Interior e Pequim. Ela deixou os motoristas sem nenhum lugar para passar por impressionantes 12 dias. O culpado desse engarrafamento foram várias coisas desde o tempo, construção de estradas e até carros quebrados.

Para passar o tempo, as pessoas começaram a jogar cartas. E os vendedores que estavam próximos aproveitavam que todos estavam parados para vender comida e água a preços bastante salgados.
"Se você disse 'não' ou reclamou sobre o preço eles ameaçam quebrar suas janelas", um motorista disse a Mongólia Interior Morning Post.

Fim dos engarrafamentos

Segundo dois cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a solução é parar de deixar os carros tão perto um dos outros. Mas como assim? Segundo essa dupla de cientistas, a distância dos carros pode diminuir pela metade o tempo que levamos para chegar em algum lugar.

Quem afirmou isso foram Berthold K. P. Horn e Liag Wang. Para eles, a solução para acabar com os congestionamentos são sensores traseiros em sistemas de controle de tráfego. Isso já existe, e podem manter uma distância igual entre dois carros.

Se for instalado sensores na dianteira e na traseira dos carros, cria-se, segundo os cientistas, um conceito chamado "controle bilateral". Isso pode melhorar bastante o fluxo do trânsito. Em um artigo na Transactions on Intelligent Transportation Systems, Berthold K. P. Horn e Liag Wang explicaram que isso poderia ser realizado por um equipamento colocado, por exemplo, na roda dos carros ou mesmo por câmeras ou sensores a laser.

Próxima Matéria
Via   City lab  
Imagens Youtube
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+