• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Qual o poder das armas laser que os manifestantes do Chile e de Hong Kong têm usado contra a polícia?

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      05/12/19 às 11h19

As manifestações políticas sempre tiveram presentes no mundo. Desde séculos passados, cidadãos lutam, as vezes da pior e mais sangrenta forma, em busca de melhoria. Os confrontos com policiais e demais autoridades são bem intensos e, para isso, são usados todos os tipos de armas. Bombas de fumaça, paus, pedras, armas de fogo, armas com bala de borracha e sprays de pimenta estão entre as coisas mais comuns de se ver em uma manifestação. No entanto, manifestantes e polícia de Hong Kong e do Chile estão usando lasers de alta potência. Essas armas um tanto inovadoras podem causar um grande desastre quando usadas.

Foi pensando nisso que resolvemos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e trouxe mais informações a respeito do poder das armas laser que os manifestantes do Chile de Hong Kong estão usando. Compartilhe com seus amigos desde já e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

Armas laser dos manifestantes

Essa, como falamos antes, é uma das ferramentas usadas pelos manifestantes e até pela polícia, nas ruas de Hong Kong e do Chile. São lasers de alta potência e luzes ofuscantes. Elas são capazes de brilhar, através das nuvens espessas de gás lacrimogêneo. Por que usam isso? Para confundir um ao outro, como uma ferramenta extra, para ocultar suas identidades e atividades. Os manifestantes passaram a usar os lasers, no início de seu desenvolvimento.

Eles então apontam para as janelas durante um protesto do lado de fora da sede da polícia. Isso serve para incomodar e distrair os policiais. Nos últimos meses, os manifestantes usaram ainda para acompanhar o ritmo das redes de arrasto por parte das autoridades. Os manifestantes que tomavam as linhas de frente, que sempre cobrem os rostos, ficavam com os raios mais fortes. Eles então usavam nas câmeras de vigilância para impedir a identificação dos grupos.

Movimento

Quando a noite chegava, as manifestações pacíficas se tornavam caóticas e muitas vezes violentas. Nesse momento, os manifestantes apontavam para as câmeras da polícia e os escudos dos policiais. Isso fazia com que as ruas se transformassem em teatros de luzes coloridas. Esses lasers servem para mascarar a identidade dos protestantes. Os protestos em Hong Kong, por exemplo, foram provocados por temores de um projeto de lei que permitiria extradições da China.

Muitos acreditavam que acabariam com um firewall crucial entre sistemas legais de ambos os territórios. Desde então, o movimento se transformou em algo grande, pois engloba os temores mais amplos de que Pequim exerça controle sobre Hong Kong. O uso dos lasers foi além e deixou de ser apenas dos manifestantes. Embora a polícia de choque use gás lacrimogêneo, balas de borracha e spray de pimenta, também adotaram o laser. Estão usando as luzes, como ferramentas para identificar facilmente os manifestantes e confundi-los.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour por nosso site repleto de curiosidades.

Próxima Matéria
Via   Gizmodo     Washington Post  
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+