icone menu logo logo-fatos-historicos.png


A qual religião Jesus pertenceria hoje?

POR Magno Oliver    EM História      13/09/16 às 14h07
capa do post A qual religião Jesus pertenceria hoje?

"A religião é um conjunto de símbolos e rituais que possuem significados amparados pela crença de um grupo de fieis que se identificam com a organização religiosa." segundo o portal uol.

Você sabia que cada religião também tem os seus 10 mandamentos? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já mostramos para você quais são eles.

Jesus foi um homem que sempre se concentrou nos mais pobres, nas pessoas doentes e nos mais necessitados. Em muitas de suas pregações, ele falava do amor ao próximo e sobre a salvação dos homens.

Mesmo com seus ensinamentos, milagres e histórias, ele morreu na cruz e a humanidade teve que viver sem sua figura para orientar e deixar ensinamentos.

E seguindo a narrativa que a história e os textos bíblicos nos trazem, Jesus foi ressuscitado e a humanidade teve que viver na Terra até hoje. E, de lá para cá, muita coisa tem acontecido no mundo por conta das ações do homem.

Muitos especialistas comentam que alguns líderes cristãos prosperam em condenar e demonizar algumas práticas e não se pronunciarem a respeito de outras para a sociedade. O questionamento atual gira em torno de qual religião pertenceria jesus hoje, em tempos de guerra, conflitos armados e ausência de amor ao próximo?

"Nossas religiões muitas vezes defendem o oposto do que seus fundadores diziam. Não impressiona, portanto, que cada vez mais pessoas cristãs por criação, escolha ou pelas duas razões se vejam questionando o que aconteceu com o cristianismo.

Sentimos que nosso fundador tivesse sido sequestrado e fosse refém de extremistas. Os sequestradores exibem Jesus para as câmeras e o obrigam a dizer coisas nas quais ele obviamente não acredita.

Ele se tornou um boneco sem expressão e muitas vezes parece ser contra os pobres, o meio ambiente, os gays, os intelectuais, os imigrantes e a ciência. Mas não é esse o Jesus que encontramos no Evangelho", é o que afirma Brian D. McLaren, um ex-pastor, em entrevista ao jornal Estadão, em "The Great Spiritual Migration"(A grande migração espiritual), um livro a respeito das religiões que foi publicado nos Estados Unidos e traz reflexões sobre qual religião pertenceria Jesus nos tempos em que vivemos.

Ele comenta que os cristãos hoje em dia precisam redescobrir a sua fé e que a mensagem de Cristo está sendo transmitida de forma conservadora, não como um sistema embasado no amor, ensinamento principal de Jesus, e isso é um perigo.

"O que aconteceria se os cristãos redescobrissem sua fé não como um sistema problemático de crenças, mas como uma forma justa e generosa de viver, arraigada na contemplação e expressa pela compaixão?

Como fui criado em um contexto de conservadorismo cristão, sempre éramos alertados sobre os perigos de mudar a mensagem original. Porém, ao mesmo tempo, muitas vezes não percebemos quanto essa mensagem mudou ao longo do tempo."

McLaren afirma que é preciso que a sociedade se preocupe menos com a literalidade dos milagres bíblicos e comece a pensar mais sobre a mensagem, o significado real sobre o que eles nos ensinam. As especulações são de que talvez Jesus teria que reensinar novamente os seus princípios por conta das distorções e conflitos que vem acontecendo no mundo.

Qual religião você acha que Jesus pertenceria? Mande seu comentário para gente!


Próxima Matéria
avatar Magno Oliver
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest