• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Quantas raças de cães existem no mundo?

POR Arthur Porto    EM Mundo Animal      15/10/19 às 12h36

Pergunta rápida: você sabe dizer quantas raças de cães existem? Não, né? Até porque a resposta, digamos, é um pouco vasta. Em contrapartida, podemos, sim, dizer quantos diferentes tipos de ursos e elefantes, por exemplo, existem. Bom, pesquisando bem isso é possível. De cabeça não, claro, mas com pesquisas é viável responder isso. No entanto, ao se tratar de raças de cães, a realidade é outra. Nem pesquisando. Mas, afinal, por que isso ocorre?

Em suma, sabemos quantos tipos de elefantes e ursos existem porque esses animais possuem diferentes gêneros e espécies. Agora, com os cães, a história é diferente. Mesmo sendo de variados tipos, os cães possuem apenas uma espécie: a Canis familiaris. Basicamente, o cão doméstico.

Independente dos intermináveis diferentes tipos de cães que existem, a espécie é a mesma. A variedade de tamanhos, cores, pelos, personalidades, enfim, a variedade de características que parecem, ser sem fim, torna impossível contabilizá-los. E por possuir apenas uma espécie utilizamos a palavra "raças".

Além disso, como há um número infinito de variáveis ??e de criadores de cães que podem selecionar as variáveis ??que desejam, é quase impossível obter uma lista completa das diferentes espécies de cães. Ou melhor, "raças".

Criador

Se você é um criador, teoricamente, você pode "produzir" o seu próprio cão. Bom, por ser criador, você pode "criar" um cão cuja aparência e comportamento podem ser bem diferentes dos cães que já existem. Como? Em suma, basta escolher duas raças e colocá-las para procriar.

Puggle, Malteagle, Schnoodle, Yorkiepoo, Labradoodle são apenas alguns nomes engraçados de Designer Dogs ou Cães Híbridos. Exatamente, eles são gerados a partir do cruzamento de cães de raças famosas, com o objetivo de unir as melhores qualidades de cada um.

Entretanto, há um detalhe. Você "criar" o seu próprio cão. Mas, somente um órgão responsável pode definir a "raça" do seu cão. Por exemplo, existem muitos lugares isolados no mundo, nos quais as pessoas criaram um certo "tipo" de "cão". No entanto, a quantidade desses "tipos" de cães é, numericamente falando, tão pequena que ainda não pode ser reconhecida por uma associação geral de raças.

O que podemos estimar, então?

Em suma, de certa forma, podemos estimar o número de raças de cães que já foram reconhecidas até o momento?

De certa forma, sim. Dentre todas as associações de raças que existem no mundo, a maior é a Organização Mundial Canina. De acordo com a Breeding Business, a Organização Mundial Canina, atualmente, já reconheceu 344 raças de cães em 10 grupos. Por outro lado, o American Kennel Club reconhece apenas 202 raças diferentes. Portanto, o número de raças pode ser bem subjetivo.

Esses grupos variam de acordo com algumas especificidades, já que a maioria das raças de cachorros foi criada pelo homem para servir a um propósito. No Brasil, o CBKC divide os cães em 11 grupos. São eles: Grupo 1 (pastores e boiadeiros), Grupo 2 (pinschers, schnauzers e molossóides), Grupo 3 (terriers), Grupo 4 (dachshunds), Grupo 5 (spitz e cães primitivos), Grupo 6 (farejadores e raças assemelhadas), Grupo 7 (apontadores), Grupo 8 (retrievers, levantadores e cães d"água), Grupo 9 (cães de companhia e toys), Grupo 10 (galgos) e Grupo 11 (raças com registro provisório).

Próxima Matéria
Via   tudo sobre cachorros     Grunge  
Imagens adimaxpet Grunge
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+