• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Quanto custa para manter um preso no Brasil? E um estudante? Qual é mais caro?

POR A redação    EM Curiosidades      09/03/16 às 17h28

Afinal, quanto custa para o governo brasileiro manter um preso na cadeia? Quanto de dinheiro vai embora dos impostos para sustentar bandidos? Qual sai mais barato, o estudante ou o presidiário? Nossa, são tantas perguntas difíceis de responder que ficamos até assustados por não sabermos responder a todas, mas nós, do Ultra Curioso, vamos tentar tirar algumas dúvidas desse assunto nessa matéria.

Tirando uma base do ano de 2011, enquanto o Brasil investe mais de R$ 40 mil por ano em cada preso que está nos presídios federais, eles gastam uma média de R$ 15 mil por ano com cada aluno do ensino superior (cerca de 1 terço do valor gasto com detentos). Agora fazendo uma analise dos detentos de presídios estaduais, eles gastam em média R$ 21 mil por ano com cada criminoso, sendo nove vezes mais caro que um aluno do ensino médio, que gasta em media R$ 2,3 mil por aluno ao ano. Já viu nossa matéria sobre o porque os presos usam roupas laranja?

A Campanha Nacional pelo Direito à Educação desenvolveu um cálculo chamado custo aluno-qualidade, que considera os gastos para um ensino de qualidade, e afirma que o investimento público direto por aluno no país deveria ser no mínimo 40% a 50% maior do que investem.

1

O primeiro presídio privado construído no país, no estado de Minas Gerais, na região metropolitana de Belo Horizonte, é remunerado pelo governo de Minas Gerais em R$ 2.700 por mês por cada preso.  Nos quatro presídios federais do país de segurança máxima (Campo Grande, Catanduvas, Porto Velho e Mossoró), que abrigam os piores criminosos do país, tem em média um custo por mês de cada preso de R$ 3.312.

O custo de um preso em uma penitenciária federal chega a passar 120% o valor médio de um aluno do ensino superior público no Brasil, segundo um levantamento do Depen (Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça) e do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

2

Já uma pesquisa feita pela professora Lucélia Oliveira de Souza, de São Cristóvão do Sul, revelou que o estado de Santa Catarina gasta cerca de R$ 266,00 por aluno e paga cerca de R$ 2.034,00 para manter um preso, além de outros R$ 908,00 de auxílio às famílias do presidiários. Sendo assim, um preso custa dez vezes mais do que um aluno do estado de Santa Catarina. Conhece nossa matéria sobre as 7 habilidades que nós não aprendemos na escola nem na faculdade?

Mozart Neves Ramos, do programa Todos pela Educação e do Conselho Nacional de Educação (CNE), diz que o gasto com educação poderia melhorar com maior foco na aprendizagem e ainda afirma que: "É verdade que o Brasil ainda investe pouco na educação básica, e mais dinheiro é fundamental. No entanto, é necessário que a verba chegue à escola e que seja mais bem aplicada. Melhorar a eficiência da gestão dos recursos é importantíssimo. Uma boa gestão pode criar uma escola motivadora. E um aluno que tem sucesso escolar raramente abandona a escola e está mais longe de ser preso."

3

Analisando todos os dados acima, caros leitores, deu para notar que um preso, em alguns lugares, pode chegar a custar até 10 vezes mais que um aluno de ensino médio. Vocês acham que nosso país realmente precisa investir em presídios, tendo cadeias lotadas e gastando milhões por mês, ou acham que deveríamos investir em educação, para educar as pessoas e não termos mais bandidos no Brasil? Será que se investir em educação poderia ser a solução para acabar com as superlotações dos presídios? Essa é uma pergunta que não cabe a nós responder, e sim a vocês pensarem bem nesse assunto, pois isso é um dos grandes debates do nosso país.

Deixem a opinião de vocês aqui nos comentários!

Próxima Matéria
Via   Uol     R7     O Globo  
Imagens UOL GETEP
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+