• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Quanto Neil Armstrong ganhou para pousar na Lua?

POR Arthur Porto    EM Ciência e Tecnologia      16/09/19 às 19h30

O primeiro homem, que pisou na lua, teve que ter muita coragem, não é verdade? Claro! Imagine se a missão não tivesse saído exatamente como o planejado ou se um equipamento importante falhasse. Bom, se algo realmente tivesse saído errado, é possível a moral da história fosse outra, diferente da versão que conhecemos.

Agora, mesmo que a recompensa seja a fama eterna e a eterna adoração, é preciso coragem para assumir esse tipo de risco. Além de coragem, é preciso ganhar uma graninha também, né? Afinal, Neil Armstrong não fez o bom samaritano, realizando o trabalho de graça.

Quanto o astronauta embolsou para ir à Lua?

Em suma, ele não foi pago para realizar a tarefa em si. Assim como outros funcionários da NASA, Neil Armstrong recebeu um único salário. Em suma, de acordo com comunicado enviado à imprensa, pouco antes do astronauta, pisar na lua, a NASA pagou para Armstrong, um GS-16 Step 7, US$ 30.054 por ano.

Sim, parece pouco, ainda mais para um astronauta. Entretanto, antes de você sentir pena, lembre-se que US$ 30.054 em dólares, em 1969, não é o mesmo que em 2019. Ao ajustarmos o valor, na época, Armstrong ganhava US$ 208.169 dólares. E agora, melhor não?

Mas e o salário dos astronautas hoje? Bem, de acordo com site o Business Insider, um astronauta GS-15 Step 10, que não é exatamente o mesmo nível de Armstrong, ganha mais de US$ 120.000 por ano.

Quer ser astronauta agora, não é verdade?

Apollo 11

A missão espacial Apollo 11, que resultou na chegada do homem à Lua, foi realizada pela Nasa, em julho de 1969. A bordo do módulo de comando Columbia, Michael Collins, Buzz Aldrin e Neil Armstrong foram os três astronautas enviados. A missão estava inserida dentro do Programa Apollo e foi um dos maiores momentos da corrida espacial.

Inserida dentro do contexto da corrida espacial, disputa travada entre Estados Unidos (EUA) e União Soviética (URSS) pela hegemonia da exploração espacial, a missão foi criada, para viabilizar uma expedição tripulada à Lua.

Dois outros programas, muito importantes para o sucesso do Apollo, foram o Mercury e o Gemini. O programa Gemini, sobretudo, foi imprescindível. Por meio do programa, uma série de estudos e testes importantes apontaram a real possibilidade de viabilizar uma expedição tripulada à Lua.

Além disso, foi por meio do programa Gemini, que ocorreu o recrutamento de astronautas. Entre 1963 e 1966, foram realizadas expedições não tripuladas e tripuladas.

Neil Armstrong

O estadunidense, Neil Alden Armstrong, foi astronauta, engenheiro aeronáutico, piloto militar e professor. Armstrong era considerado, por pessoas próximas, um homem sereno, quieto, extremamente focado e dedicado. Para muitos, o astronauta era capaz de agir, com rapidez e precisão, mesmo em situações em que era submetido a muita pressão, características essenciais, para aqueles que querem ser astronauta.

Entretanto, antes conquistar o espaço, Armstrong passou por momentos desafiadores. Sua carreira realmente começou quando foi aceito, no Programa de Cadetes da Aviação Marinha e foi para a Universidade de Purdue, no estado de Indiana. O programa tinha duração de sete anos. Destes, dois anos foram destinados, obrigatoriamente, a estudar engenharia aeronáutica dentro da sala de aula.

Em 1952, Armstrong lutou na Guerra da Coreia. Devido a sua participação no embate, Armstrong recebeu a Medalha no Ar, por 20 missões de combate. Em 1955, o jovem conseguiu se formar em engenharia aeronáutica. Tempos depois, ele entrou para o Conselho Nacional de Aeronáutica (NACA), que, posteriormente, se tornou a National Aeronautics and Space Administration (NASA).

Próxima Matéria
Via   Grunge  
Imagens Grunge UOL
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+