icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Quem é o dono do China in Box?

POR Arthur Porto    EM Sem categoria      20/08/19 às 18h32
capa do post Quem é o dono do China in Box?

Atualmente, o tempo tornou-se um de nossos maiores inimigos. Praticamente, vivemos correndo contra o tempo. Precisamos ser rápidos, afinal, tarefas precisam ser feitas. Além do trabalho, precisamos cuidar da nossa alimentação, fazer exercícios, levar o cachorro para passear, lavar roupas, etc.

A lista é grande, mas não é impossível de executar. Até porque, hoje, milhões de serviços surgiram com o intuito de minimizar o nosso tempo. O delivery, por exemplo, é um deles. Com tantas coisas para fazer, cozinhar tornou-se uma tarefa complicada. Foi combinando esse pensamento às técnicas milenares da cozinha chinesa que nasceu a primeira loja do China in Box.

O fundador

O paranaense Robinson Shiba, 50, era cirurgião dentista quando decidiu, em 1992, tornar-se empreendedor em um ramo totalmente diferente da sua formação, o de entrega de comida chinesa a domicílio. O primeiro restaurante começou em Moema, bairro da capital paulista.

Na época, o negócio era inédito no Brasil. Além disso, na década de 90, o Brasil vivia tempos de incerteza política e de instabilidade econômica, com hiperinflação e medidas como congelamento da poupança. Para quem não se lembra, o responsável por tal cenário foi ocasionado pelo presidente Fernando Collor.

Mesmo com o país passando por tais dificuldades, Robinson Shiba decidiu arriscar. O empreendedor conheceu o modelo de entrega de comida chinesa a domicílio no Estados Unidos. Robinson Shiba teve que trabalhar como ajudante de cozinha nos Estados Unidos após perder todo o dinheiro do seu intercâmbio em um assalto.

Para os americanos, o delivery chinês era um sucesso. Foi nesse momento que Shiba percebeu que trazer para o Brasil os sabores exclusivos do oriente aliados à praticidade do fast food delivery era uma ideia de peso.

O sucesso

Quando voltou para o Brasil, em 1988, o empresário ainda passou mais quatro anos estudando. De acordo com Shiba, a melhor forma de implantar o seu modelo de negócio era por meio de pesquisa. Por esse motivo, o empreendedor nunca deixou de prestar atenção na rotina dos restaurantes.

Para o empresário, a higiene da cozinha e dos alimentos, por exemplo, foi um dos maiores problemas identificados nos locais onde havia trabahado nos EUA. "A forma que encontrei para solucionar foi deixar a cozinha à mostra para meus clientes."

Desde seu surgimento, as cozinhas das unidades China in Box ficam separadas da área de atendimentos por um vidro. Os consumidores podem observar todo o processo de preparação de seus pedidos, a higiene do local e até dos próprios funcionários que manuseiam os alimentos.

Hoje, sua empresa é dona das redes China in Box e Gendai (de comida japonesa). Ao todo, 216 unidades estão distribuídas pelo país. Além disso, o Chine in Box é a maior rede de franquias de comida oriental da América Latina. Em 2016, a empresa de Shiba teve um faturamento de cerca de 450 milhões de reais 2016.

Em 2012, o grupo TrendFoods, união das marcas China in Box e Gendai, teve um aporte de capital do fundo de investimento americano Laço Management para promover o crescimento sustentado da rede. O China in Box é associado da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e todos os anos, desde 2000, recebe o prêmio de Selo de Excelência da ABF.


Próxima Matéria
Via   UOL     Veja  
Imagens Veja UOL
avatar Arthur Porto
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest