• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Quem é o dono do China in Box?

POR Arthur Porto    EM Sem categoria      20/08/19 às 18h32

Atualmente, o tempo tornou-se um de nossos maiores inimigos. Praticamente, vivemos correndo contra o tempo. Precisamos ser rápidos, afinal, tarefas precisam ser feitas. Além do trabalho, precisamos cuidar da nossa alimentação, fazer exercícios, levar o cachorro para passear, lavar roupas, etc.

A lista é grande, mas não é impossível de executar. Até porque, hoje, milhões de serviços surgiram com o intuito de minimizar o nosso tempo. O delivery, por exemplo, é um deles. Com tantas coisas para fazer, cozinhar tornou-se uma tarefa complicada. Foi combinando esse pensamento às técnicas milenares da cozinha chinesa que nasceu a primeira loja do China in Box.

O fundador

O paranaense Robinson Shiba, 50, era cirurgião dentista quando decidiu, em 1992, tornar-se empreendedor em um ramo totalmente diferente da sua formação, o de entrega de comida chinesa a domicílio. O primeiro restaurante começou em Moema, bairro da capital paulista.

Na época, o negócio era inédito no Brasil. Além disso, na década de 90, o Brasil vivia tempos de incerteza política e de instabilidade econômica, com hiperinflação e medidas como congelamento da poupança. Para quem não se lembra, o responsável por tal cenário foi ocasionado pelo presidente Fernando Collor.

Mesmo com o país passando por tais dificuldades, Robinson Shiba decidiu arriscar. O empreendedor conheceu o modelo de entrega de comida chinesa a domicílio no Estados Unidos. Robinson Shiba teve que trabalhar como ajudante de cozinha nos Estados Unidos após perder todo o dinheiro do seu intercâmbio em um assalto.

Para os americanos, o delivery chinês era um sucesso. Foi nesse momento que Shiba percebeu que trazer para o Brasil os sabores exclusivos do oriente aliados à praticidade do fast food delivery era uma ideia de peso.

O sucesso

Quando voltou para o Brasil, em 1988, o empresário ainda passou mais quatro anos estudando. De acordo com Shiba, a melhor forma de implantar o seu modelo de negócio era por meio de pesquisa. Por esse motivo, o empreendedor nunca deixou de prestar atenção na rotina dos restaurantes.

Para o empresário, a higiene da cozinha e dos alimentos, por exemplo, foi um dos maiores problemas identificados nos locais onde havia trabahado nos EUA. "A forma que encontrei para solucionar foi deixar a cozinha à mostra para meus clientes."

Desde seu surgimento, as cozinhas das unidades China in Box ficam separadas da área de atendimentos por um vidro. Os consumidores podem observar todo o processo de preparação de seus pedidos, a higiene do local e até dos próprios funcionários que manuseiam os alimentos.

Hoje, sua empresa é dona das redes China in Box e Gendai (de comida japonesa). Ao todo, 216 unidades estão distribuídas pelo país. Além disso, o Chine in Box é a maior rede de franquias de comida oriental da América Latina. Em 2016, a empresa de Shiba teve um faturamento de cerca de 450 milhões de reais 2016.

Em 2012, o grupo TrendFoods, união das marcas China in Box e Gendai, teve um aporte de capital do fundo de investimento americano Laço Management para promover o crescimento sustentado da rede. O China in Box é associado da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e todos os anos, desde 2000, recebe o prêmio de Selo de Excelência da ABF.

Próxima Matéria
Via   UOL     Veja  
Imagens Veja UOL
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+