• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Reino Unido vai divulgar 60 anos de relatórios ufológicos

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      12/02/20 às 16h32

OVNIs são alvos de teorias há muitos anos. A expressão foi criada pelas Forças Armadas dos Estados Unidos, para definir quaisquer objetos voadores ainda não identificados. Aeronaves clandestinas e aeronaves, usadas em espionagem, possíveis ataques de supostos inimigos e mísseis são tratados inicialmente como OVNIs, sempre antes das identificações. Se forem considerados como ameaças ao Estado são necessárias ações militares pontuais. Caso o objeto voador consiga escapar da interceptação e caso não seja possível a identificação, é registrado oficialmente como um OVNI. Há diversos casos onde houve possíveis avistamentos disso. O Reino Unido mesmo possui diversos relatórios ufológicos. Recentemente, chamou a atenção do mundo por anunciar que vai divulgar esses relatórios.

Nenhum país tem o monopólio dos relatórios de OVNIs. Em alguma passagem entre o incidente de Roswell em 1947 e o avistamento do lago Falcon, no Canadá, o Reino Unido começou a agir. O governo do país passou a coletar seus próprios arquivos oficiais. Recentemente, o assunto causou polêmica. De acordo com a Live Science, o Ministério da Defesa do País compartilhará os documentos desses estudos. O Reino Unido pretende publicar para todos os relatórios ufológicos de 60 anos. Confira conosco mais detalhes sobre isso e surpreenda-se.

Reino Unido pretende divulgar relatórios ufológicos de 60 anos

A UFO-Mania invadiu o Reino Unido no começo da década de 1950. A mídia do país passou a cobrir o suposto fenômeno extraterrestre de uma forma mais séria. Diversos livros passaram a serem buscados e os jornais só falavam disso. Até mesmo Winston Churchill ficou intrigado, escrevendo para seu ministro a respeito, em 1952. "O que significam todas essas coisas sobre discos voadores? O que isso significa? Qual é a verdade?", questionou ele.

O Ministério da Defesa então formou o "Grupo de Trabalho dos Discos Voadores". Esse servia para processar a enxurrada de novos relatórios que chegavam por volta dessa época. Mesmo com o grupo original tendo concluído que nenhum dos avistamentos era real, diversos departamentos dos Ministérios continuavam investigando. Eles buscavam, por informações, sobre os objetos estranhos, sendo vistos no céu até 2009. Foi aí que aconteceu uma mudança de política, que acabou oficialmente com o programa.

Todos os arquivos desse período de quase 60 anos serão divulgados. O anúncio foi feito, depois que uma agência de notícias do Reino Unido solicitou os documentos sob a Lei da Liberdade de Informação. Anteriormente, alguns desses arquivos já haviam sido divulgados no site National Archives. Agora, em vez de escolher alguns itens para compartilhar, o governo britânico decidiu publicar todos os documentos, de uma só vez.

Alguns relatórios ufológicos que já foram tornados públicos incluem avistamentos de "uma luz vermelha em forma de diamante". Além desse, há detalhes sobre "15 bolas de fogo no céu" e "três esferas de ouro em chamas" . O Ministério da Defesa ainda afirmou que "não tem opinião sobre a existência ou não de vida terrestre". No entanto, o público poderá decidir por si próprio quando mais documentos forem compartilhados no final de 2020.

E aí, o que você achou?

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+