icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Russa conta como é viver em Seul, a capital da Coreia do Sul

POR Diogo Quiareli EM Curiosidades 27/05/19 às 19h14

capa do post Russa conta como é viver em Seul, a capital da Coreia do Sul

Já pensou como é viver em outro país? Muitas pessoas já pensaram nisso e trabalham arduamente para realizar esse desejo. Aqui mesmo, no Brasil, podemos ver diversos casos de pessoas que buscam uma vida melhor no exterior. Países com Reino Unido, Estados Unidos, Espanha, França e Irlanda estão entre os destinos mais buscados. No entanto, é possível encontrar brasileiros em quase todos os cantos do mundo. Fazer uma mudança assim exige muito estudo antes, como a diferença na língua, na forma de se comunicar, no clima, na cultura e até mesmo no índice de desenvolvimento do país escolhido e o nosso. Toda diferença faz, de fato, a diferença. A história de uma russa que decidiu viver na Coreia do Sul chamou a atenção de várias pessoas.

Svetlana Son é um exemplo de mudança e mostra que nada é impossível quando realmente queremos. Ela nasceu e cresceu em Yakutsk e, com 16 anos, foi estudar em Vladivostok. Foi lá onde ela conheceu o seu futuro marido. Hoje em dia, já mulher, Son vive em Seul e conta aos seus seguidores as 'peculiaridades' do país, segundo ela. Pensando sobre isso, resolvemos trazer as coisas principais que ela listou. Confira conosco e surpreenda-se.

Vida de uma russa em Seul

1 - Difícil achar uma boa manicure

Se você acha que a beleza das coreanas significa bons profissionais estéticos, está enganado. A blogueira diz que é uma tarefa extremamente difícil encontrar uma boa manicure ou pedicure em Seul. Ela diz ainda que chega a gastar US$ 200,00 para arrumar as unhas e só depois consegue perceber que estão tortas e mal feitas.

2 - Alimentação

Os coreanos gostam muito de comer e conversar sobre a comida. Ela diz que diversas pessoas no local comem como se fossem blogueiros de comidas. Eles acreditam que somente comer é algo desrespeitoso. Sendo assim, comem no ar, em frente a um grande público. Essa tendência foi para as redes sociais e hoje é praticada por muitas pessoas.

3 - Banho

A  russa diz que se surpreendeu com os hábitos de limpeza dos coreanos. Ela diz que as crianças costumam tomar banho todas as noites, mas os adultos não fazem isso. Ela diz que eles optam por tomar banho pela manhã, mesmo após passarem o dia todo fora e provavelmente se sujarem.

4 - Presentes

Os homens coreanos não costumam ser românticos. A russa diz que seu marido não é uma exceção. Eles optam por presentes mais úteis do que românticos, como flores ou chocolates. Em seu primeiro aniversário no país, ela conta que ganhou de presente um secador de cabelo.

5 - Cachorros como filhos

Os coreanos adora cachorros. No entanto, a adoração vai além de simplesmente tê-los como bichos de estimação. Segundo a russa, eles costumam adotar os animais como filhos e tratam como um igual. Eles levam seus cachorros para todos os lados em carrinhos de bebê.

6 - Férias insuficientes

Eles costumam viajar muito rápido. Eles necessitam de 3 a 5 dias para voar até a Europa. O tempo médio de férias no país é de apenas 2 semanas por ano. Eles precisam dividir esses 14 dias para melhor aproveitarem.

7 - Parques

Esse é o Parque Botânico de Seul. É bastante popular por lá. Isso tudo porque eles esperam respirar ar puro e aproveitar melhor a vegetação. No entanto, a poluição da atmosfera cresce cada dia mais.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   ADME  
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest