icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Sabia que a extinção das abelhas poderia acabar com a humanidade?

POR Ultra Curioso EM Ciência e Tecnologia 12/08/15 às 08h34

capa do post Sabia que a extinção das abelhas poderia acabar com a humanidade?

A primeira coisa que nos vem à cabeça quando falamos em abelhas é o maravilhoso e benéfico alimento que vem delas, e que as pessoas tanto usam: o mel. Entretanto, esses pequenos insetos que constroem colmeias e "servem" organizadamente a uma rainha tem uma importância bem, mas bem maior para nós humanos do que a produção do mel, estando a existência delas relacionada com nossa sobrevivência na Terra. Você sabia que a extinção das abelhas poderia acabar com a humanidade?

Não, não é exagero nem força de expressão. Se um dia as abelhas chegarem a desaparecer por completo, nós seres humanos estamos simplesmente condenados! Mas como isso ocorreria? O Ultra Curioso te explica.

A Síndrome do Colapso das Abelhas, que é uma crescente e anormal queda nas populações desse inseto, ocorre devido a alguns fatores naturais e também pela ação do homem, por meio da destruição do ambiente das abelhas selvagens e do uso massivo de agrotóxicos. Em países como o Reino Unido, por exemplo, o número de abelhas equivale a apenas 25% do necessário para a polinização.

Mas é aí que mora o perigo. Se as abelhas forem, um dia, extintas por completo (o que é possível se continuarmos nesse processo destrutivo), boa parte dos vegetais também deixará de existir. Isso aconteceria porque elas - as simpáticas abelhinhas - são responsáveis pela polinização de até 90% da população vegetal. Para se ter uma ideia, existem até apicultores que alugam abelhas para a polinização de fazendas. A atuação de pássaros e outros tipos de insetos no processo de polinização também existe, mas em grau bem menor.

Com a queda drástica na quantidade de vegetais disponíveis devido à deficiência na polinização, as fontes de alimentos de animais herbívoros ficariam em falta, gerando uma espécie de efeito dominó na cadeia alimentar natural. Os animais herbívoros começariam a desaparecer, diminuindo a oferta de alimento aos carnívoros e atingindo um número cada vez maior de espécies até chegar a adivinhe qual espécie? Sim, a espécie humana.

E não para por aí. Com poucos vegetais e carnes à disposição, começaria a valer "a lei da oferta e da demanda". Os preços dos alimentos começariam a subir muito, assim como os valores de outros artigos de origem animal e vegetal. Daí então, na briga pelos alimentos restantes, a população do mundo iniciaria conflitos e até guerras. A agropecuária em crise afetaria vários setores da economia, gerando desemprego, queda geral de produtividade e a insatisfação generalizada. Com fome, muitos morreriam ou ficariam doentes. Seria um completo caos, e o mundo tal como o conhecemos deixaria de existir.

Ou seja, sem abelhas: sem vida.


Próxima Matéria
avatar Ultra Curioso
Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest