• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


''Sapo de Vidro'', uma espécie super rara do anfíbio é vista pela primeira vez em 18 anos

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Animal      29/01/20 às 17h59

O nosso mundo é um imenso berço de diversidade. Não apenas entre os seres humanos, que são totalmente diferentes uns dos outros, mas também na fauna e na flora. Há vários tipos de plantas e, acredite, ainda não conhecemos todas as que existem. Assim são os animais. Embora conheçamos diversas espécies espalhadas pelo mundo, ainda não chegamos na metade das milhões estimadas. Por esse motivo, estamos sempre nos surpreendendo com novos estilos de animais e, mais do que isso, nos surpreendendo com aqueles que já foram considerados totalmente extintos da natureza. Assim é com cobra, sapo, tigres, aves, peixes e etc.

É algo extremamente gratificante, quando encontram alguma espécie que foi considerada extinta. Isso reacende a esperança de salvar o planeta. Somente os amantes da vida selvagem sabem o que é sentir isso. Recentemente, os especialistas em anfíbios do mundo inteiro tiveram uma ótima surpresa. Encontraram uma espécie extremamente rara de sapo foi encontrada, após 18 anos sem ser vista. O conhecido "sapo de vidro" foi encontrado na Bolívia. O melhor de tudo é que foram encontrados três desses animais, dando assim a oportunidade de reprodução para preservação da espécie. Confira conosco mais detalhes sobre esse caso.

Sapo de Vidro foi visto, pela primeira vez, em 18 anos

Como falamos, essa é uma espécie rara de sapo. A Nymphargus bejaranoi, foi vista, pela primeira vez, em 18 anos. O anfíbio foi notado na encosta oriental dos Andes da Bolívia. Três espécimes foram encontradas. O Sapo de Vidro recebe esse nome por causa de sua barriga transparente, o que chama a atenção. "A redescoberta dessa espécie nos enche com um raio de esperança para o futuro dos sapos de vidro. Esse é um dos anfíbios mais carismáticos do mundo. E também para outras espécies, é claro", disseram os pesquisadores.

Os sapos de vidro são pequenos e medem entre 19 e 24 milímetros. Eles pesam cerca de 70 a 80 gramas. A espécie é endêmica da capital da Bolívia, La Paz. Além disso, costumava ser vista em outras regiões do país, como Cochabamba, Santa Cruz e Chuquisaca. Em alguns indivíduos, a barriga é tão transparente que os órgãos internos podem ser observados. Os animais foram descobertos durante uma missão que tinha como objetivo resgatar répteis e anfíbios ameaçados.

Essa ameaça parte de um projeto hidrelétrico no Parque Nacional Carrasco, a leste de Cochabamba, quarta maior cidade da Bolívia. Os três sapos foram levados para o Centro de COnservação de Anfíbios K'ayara. O local fica no Museu Alcide d'Orbigny. A ideia dos pesquisadores envolvidos nisso é encorajar os sapos a se reproduzirem. Assim eles podem conservar a espécie.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale sempre lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Revista Galileu  
Imagens Hypeness
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+