• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Se você canibalizar uma pessoa doente, você fica doente?

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      03/12/19 às 11h40

O canibalismo é o ato de os indivíduos se alimentarem de seres da mesma espécie. Muitas pessoas, somente de ouvir falar de tal prática, já demonstram toda sua repugnância, para com a situação. Mas o que muita gente não sabe, é que o canibalismo, além de ser comum no reino animal em geral, já acontecia muito antes de existirmos.

O costume de comer gente era algo natural para muitas sociedades, ou tribos indígenas que, desde sempre, consideraram que comer a carne humana, por alguma razão, transferiria a força do alimento para o alimentado. Apesar de existirem tribos que aplicavam essa lógica somente em tempos de guerra ou com inimigos, para outras, as pessoas da mesma espécie não deixavam de ser feitos de carne.

É certo que algumas tribos achavam que, quando se comia a carne do inimigo, se absorvia a força deles. Mas será que canibais, quando comem pessoas que estão doentes, absorvem suas doenças? A verdade é que a maioria das doenças humanas não representa um problema.

O câncer não é contagioso. E as células cancerígenas de alguém não conseguem viver dentro de mais ninguém. Isso porque o sistema imunológico saudável da pessoa as destruirá. Mas existem casos em que pessoas "pegaram", o câncer, por causa de um transplante de órgão. Entretanto, isso se deu porque tiveram que tomar medicamentos, para suprimir o sistema imunológico. Mas a maioria dos microrganismos, que não são tão agradáveis, podem ser "cozidos" ou destruídos pelo calor.

Canibalismo

Mas é claro que ainda existem riscos que o canibalismo trás. Os parasitas da malária podem se espalhar entre os ratos através do canibalismo e do consumo de sangue. E os cientistas acreditam que o vírus da imunodeficiência símia e da hepatite também se espalham, entre os chimpanzés, da mesma forma.

Nos seres humanos, nada disso foi mostrado. E é possível que as pessoas peguem tênias, por causa do canibalismo. Mas a maior ameaça de doença ligada ao canibalismo, são as doenças por príons. Ele é um grupo de distúrbios neurodegenerativos, que se espalham justamente pela ingestão de carne contaminada.

Os príons são proteínas mal dobradas, que causam estragos em corpos saudáveis. E eles fazem com que as proteínas saudáveis mudem de forma e convertam ainda mais proteínas em príons. Então, a pessoa acaba com uma cascata de proteínas deformadas, que causam danos aos tecidos e morte celular. Depois disso, uma deterioração cerebral, perda de controle motor e morte aparecem.

Esse príons podem ser abrigados no cérebro, medula óssea, medula espinhal e intestino delgado. E eles não são mortos facilmente com a culinária.

Doença

Uma doença de príon, muito famosa, é a doença da vaca louca. Mas no caso do canibalismo, a mais relevante é o kuru. O povo Fore da Papua Nova Guiné teve um surto dessa doença, nos anos 1950 e 1960. A doença não era identificada e era incurável.

Predominantemente as mulheres e crianças adoeceram e tiveram tremores musculares, ataques de risada incontroláveis, fala arrastada e perda do controle motor. Praticamente todos morreram em meses ou até mesmo antes.

Cientistas foram até as aldeias, para tratar os doentes e estudar qual era a doença. E logo, descobriram a origem da doença. Os Fore eram conhecidos por sua tradição em realizar festas mortuárias. Nelas, quando um membro da família morria, ele consumia seu corpo em um ritual, incluindo os órgãos.

E os cientistas viram que a doença estava sendo passada pelos príons nas refeições deles. E as mulheres e crianças estavam ficando doentes com mais frequência, porque eram eles que comiam os cérebros e as vísceras. E os homens comiam as carnes "melhores".

Quando a epidemia de kuru estava em seu auge, o governo proibiu as festas mortuárias. Mesmo que algumas ainda possam ter acontecido em segredo, o último caso conhecido de kuru foi em 2005.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+