• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Se você sente muito frio, pode sofrer de doença rara

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      03/08/18 às 17h37

Se você está sempre com frio, toda vez é você que pede para aumentar a temperatura do ar e lugares frios não são muito a sua praia, talvez possa ser que você seja mais do que uma simples pessoa friorenta. Sentir calafrios sempre e ter as extremidades geladas podem ser sinais para você ficar alerta.

Essas características são comuns em pessoas que possuem uma enfermidade que não é tão conhecida a Doença, Síndrome ou Fenômeno de Raynaud. Essa condição provoca espasmos nas artérias e causa uma redução na circulação de sangue das regiões afetadas. Ele normalmente atinge as mãos, mas pode também afetar os pés, e nos casos mais extremos atinge o nariz, orelhas e lábios.

A síndrome atinge com mais frequência as mulheres. Durante uma crise as extremidades ficam brancas e depois vão se azulando, e isso vem junto com um formigamento intenso ou dor. Quando a corrente sanguínea vai voltando para os dedos a área fica vermelha e a pessoa sente uma ardência. A parte positiva, por assim dizer, é que os episódios duram poucos minutos mas em alguns casos podem durar horas.

Para ser diagnosticado com a síndrome é preciso uma avaliação médica que irá avaliar os sintomas como por exemplo a sensibilidade do paciente ao frio, a mudança na coloração da pele e outros relatos condizentes à doença.

Causas

Os médicos não estão muito certos do que causa a síndrome, mas geralmente eles apontam que está relacionada a condições médicas ou hábitos e estilo de vida que podem afetar seus vasos sanguíneos e tecido cognitivo. Alguns deles são: fumar, usar medicamentos e drogas que estreitam suas artérias como beta-bloqueadores e anfetaminas, além de ter arteriosclerose e condições auto-imunes como o lupus, esclerodermia, artrite reumatoide ou doença de Sjogren.

Tratamento

Para o tratamento, mudanças no estilo de vida são necessárias. É recomendável evitar substâncias que causem constrição dos vasos sanguíneos. Isso no caso inclui produtos com cafeína e nicotina. Se exercitar e permanecer aquecido podem ajudar a prevenir e reduzir a intensidade de alguns ataques.

O médico pode prescrever algum tipo de medicação se você tiver episódios de vasoespasmos frequentes, duradouros ou intensos. Drogas que causam vasodilatação ajudam os vasos sanguíneos a relaxarem.

Quando em um ataque, ficar calmo pode ajudar. Tentar permanecer relaxado e livre de estresse são coisas que também se pode fazer. Concentrar na respiração também é uma dica.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+