• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Segundo estudos, pacientes curados da Covid-19 podem sofrer danos permanentes nos pulmões

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      18/03/20 às 16h19

O mundo está vivendo uma nova pandemia. Dessa vez, o que assombra as pessoas é o novo coronavírus, que logo se espalhou por todos os continentes. A doença foi identificada, a princípio, em Wuhan, na China. Desde que isso aconteceu, se alastrou de forma rápida, logo atingindo toda a Ásia. Com isso, governos de vários países voltaram seus olhos para o continente asiático, com medo de que o vírus pudesse se espalhar. A Europa então passou a registrar casos e hoje já se encontra com as fronteiras fechadas para turistas de qualquer parte do mundo, tendo se tornado o novo epicentro.

Aqui no Brasil, já nos ultrapassamos 300 pessoas infectadas com o vírus. Além dessas, há mais de 2 mil suspeitas esperando os resultados de exames. Essas são suspeitas de carregarem o vírus altamente contagioso. Diante da situação, a Organização Mundial da Saúde recomendou quarentena. Pediram para que as pessoas ficassem em casa, o máximo que puderem e recomendou o cancelamento de festivais ou eventos, que acumulem mais de 100 pessoas. Felizmente, em alguns lugares, a doença já está sendo controlada. No entanto, algo está preocupando as pessoas nos últimos dias. Aparentemente, pacientes, recuperados da Covid-19, podem ter danos permanentes nos pulmões.

Pacientes curados do coronavírus podem sofrer danos permanentes nos pulmões

Algumas pessoas, que tiveram a Covid-19 causada pelo coronavírus, podem apresentar danos permanentes aos pulmões. Isso foi dito por autoridades do Hospital de Hong Kong, na China. Os médicos do lugar notaram que, nesses pacientes que tiveram a "cura", houve uma grande redução da capacidade pulmonar. Dificuldades para respirar em longas e rápidas caminhadas é um exemplo disso. Segundo o que Owen Tsang Tak-yin, diretor do Hospital Margaret, em Kwai Chung, os especialistas do lugar, eles já atenderam, em consultas, cerca de uma dúzia de pacientes assim.

Todos esses já tinham recebido alta. Do grupo inteiro, três pacientes alegaram não conseguir fazer coisas que faziam no passado. "Eles ofegam se andam um pouco mais rápido", disse a médica. "Alguns pacientes podem ter uma queda de 20% a 30% na função pulmonar. Agora, a ideia dos médicos é submeter esses pacientes a testes para determinar quanta função pulmonar ainda têm. Além disso, proporcionar fisioterapia para ajudá-los na recuperação. Felizmente, essas pessoas conseguem realizar exercícios cardiovasculares importantes para o tratamento.

Embora os médicos concordem que ainda é cedo para estabelecer efeitos a longo prazo da Covid-19, eles ainda ressaltam que os exames de pulmão, em nove pacientes, deram alterações. Segundo eles, "apresentaram padrões semelhantes a 'vidro fosco' em todos eles. Isso, sugerindo que houve danos nos órgãos". Essa foi uma afirmação feita por Tsang.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo, pois o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para compartilhar com seus amigos e faça um tour pelas curiosidades do nosso site.

Próxima Matéria
Via   Revista Galileu  
Imagens Opas Findes
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+