• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Sem saber, australianos comiam peixe desconhecido pela ciência

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      30/10/19 às 12h22

Parece que o povo da Austrália vem se alimentando de uma espécie de peixe desconhecida pela ciência, há alguns anos. A espécie recém-identificada é um tipo de garoupa e foi batizada de Epinephelus fuscomarginatus. A descoberta foi feita pelo biólogo do Museu de Queensland, Jeff Johnson. Um estudo, sobre a nova espécie, foi publicado na revista científica Zootaxa.

Tudo começou em 2000, quando Johnson, especialista em peixes, recebeu fotos de uma garoupa misteriosa, capturada por um pescador. Mesmo sem saber a qual espécie o peixe pertencia, o homem vendeu o alimento, por anos, em um mercado em North Lakes, ao norte de Brisbane.

Em 2017, quatro dos peixes foram capturados por pescadores comerciais, na costa de Gladstone, no centro de Queensland. Posteriormente, eles foram enviados para um mercado. Assim, finalmente, Johnson conseguiu colocar as mãos nos misteriosos espécimes do peixe. Ele comprou os animais e começou a estudá-los. "Assim que os vi, pensei que provavelmente eram uma nova espécie, então comprei quatro exemplares e comecei o trabalho para provar formalmente que era uma nova espécie", contou o biólogo, em um comunicado.

Johnson ainda explica porque levou tanto tempo para conseguir os peixes. "Nós tentamos consegui-los com pescadores, cientistas, peixarias e até mesmo com o departamento de barcos e pescas. Toda vez que eu dizia 'você ainda tem o peixe' eles diziam 'ah, nós já os comemos ou já os vendemos". Por isso, eu comprei todos os quatro, porque você precisa quando está determinando se as espécies são novas... você precisa de quantas puder", contou.

Nova espécie

Para o trabalho, Johnson contou com a ajuda da geneticista do Museu de Queensland, Jessica Worthington-Wilmer. Surpreendentemente, eles realizaram juntos testes moleculares nos peixes e os compararam com outras amostras de peixes catalogadas no museu. Após exames genéticos, os pesquisadores confirmaram que os australianos estavam consumindo, há muitos anos, um peixe desconhecido pela ciência.

"Depois de compará-los com outros espécimes em várias coleções do museu, Worthington-Wilmer teve evidências suficientes para provar que era uma nova espécie", disse o pesquisador.

De acordo com Johnson, a nova espécie compartilha muitas semelhanças com outras garoupas do gênero Epinephelus. Agora, a nova espécie se junta a 91 outras espécies do gênero e que podem ser encontradas em todo o mundo. Entretanto, a falta de marcas no corpo e as bordas escuras, que ele apresenta em torno das barbatanas, foi o que chamou atenção dos pesquisadores. A palavra fuscomarginatus significa "bordas escuras", em latim.

"O peixe atinge pelo menos 70 centímetros de comprimento e tem sido vendido nos mercados de peixes. Me disseram que eles são muito saborosos", disse o biólogo. "O animal tem aparência simples, sem marcas reais distintivas, o que é típico da maioria das outras espécies de garoupa e provavelmente explica por que ele passou despercebido e sem nome por tanto tempo".

Além do mais, esta garoupa é nativa da parte central da Grande Barreira de Corais e só é encontrado em águas de profundidades de cerca de 220-230 metros.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+