• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Sem-teto é reconhecido por amigos do colégio e recebe ajuda deles

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      23/10/19 às 11h19

A vida é mesmo como uma roda gigante. Um dia estamos no topo, e no outro, podemos estar no chão. Às vezes, a vida nos leva por caminhos complicados, e a gente acaba numa situação complicada. Mas, mesmo assim, sempre há esperança de que algo vá mudar para melhor. A história desse homem, que vivia nas ruas, é um ótimo exemplo disso. Coy Featherson foi um aluno brilhante, popular na escola, praticava esportes e era muito talentoso. Resumindo: tinha tudo para ter um futuro brilhante, mas não foi isso que aconteceu. Pelo contrário, ele acabou perdendo tudo e acabou nas ruas, vivendo em condições terríveis para qualquer ser humano. Mas quem tem amigos, tem tudo.

Faziam décadas, desde que o homem tinha visto os seus amigos do tempo do colegial. Mas a vida fez questão de colocá-los juntos de novo, provando como era, e continuava sendo forte, o vínculo entre eles. Ao saber da situação em que Coy estava, um grupo de amigos do tempo da escola resolveu ajudá-lo a mudar de vida. Eles tiraram o amigo das ruas, lhe ofereceram um lugar para ficar e conseguiram arrecadar dinheiro, por meio de uma vaquinha online, para que ele pudesse alugar um lugar para ficar, para recomeçar a sua vida de uma forma digna.

A história

Em 1971, Coy Featherson era apenas um estudante. Mas não era qualquer estudante, ele era muito estudioso e popular, tanto que chegou a ser eleito o "Best All Around Guy", algo como o melhor e mais simpático aluno da turma. Título esse que está marcado para sempre em seu anuário do ensino médio. Além disso, Coy também era um ótimo atleta, participando dos times de futebol e beisebol da escola.

Ao se formar no ensino médio, Coy entrou na faculdade, graças a uma bolsa de estudos. Depois de se formar, ele trabalhou por mais de uma década, como assistente de palco de Frank Zappa. Esse é considerado um dos melhores compositores da história do rock.

Porém, há cerca de vinte anos, a vida de Coy mudou completamente. Ele começou a se endividar, a ponto de ter que sair da própria casa. Sem familiares para ajudá-lo a enfrentar as dificuldades, ele acabou indo morar nas ruas. Onde tem vivido durante todo esse tempo. Mas agora, depois de duas décadas vivendo nas ruas, a sua história teve uma reviravolta.

No mês passado, uma foto de Coy, estampando um artigo sobre o dia dos moradores de rua de Austin, no estado do Texas, chamou a atenção de uma amiga do tempo da escola. Leea Mechiling, uma das melhores amigas de Coy na época da escola, o reconheceu e ficou chocada com a situação. Ela não pensou duas vezes e viajou para Austin, na esperança de encontrar o seu velho amigo.

A ajuda amiga

Depois de passar quatro dias procurando por Coy, Leea finalmente o encontrou. O homem estava alimentando pombos, perto de uma igreja. Ela o abraçou e o convidou para ir com ela.

Don Vanderburg, outro amigo do grupo do ensino médio, que mora na cidade de Corpus Christi, também no Texas, se ofereceu para receber o amigo em sua casa, para passar a noite. Faziam 20 anos que Coy não sabia o que era dormir em um colchão de verdade.

Os amigos se juntaram, para dar roupas e calçados novos para Coy, e estão o ajudando a ser admitido no programa de seguridade social do Estado. E mais do que isso, eles ainda lançaram uma vaquinha online de financiamento coletivo, para arrecadar dinheiro para alugar uma casa para Coy.

"Coy é um cara inteligente, com um verdadeiro talento para a arte e para a música", escreveu Patrick Judd, outro amigo, que criou a vaquinha online. "Eu queria mostrar que ele ainda está no fundo dos nossos corações, para sempre".

E você, o que achou dessa linda história de solidariedade e amizade? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+