• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Ser atraente pode te prejudicar no trabalho e não o contrário, entenda

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      17/10/19 às 12h37

Algo que todos nós podemos supor é que, assim como em outras esferas de nossas vidas,  as pessoas bonitas costumam ter mais sorte no trabalho. Pesquisas já mostraram como essas pessoas costumam ter melhores salários, melhores avaliações de seu trabalho e como suas belezas costumam ser um ponto extra na hora de conseguir uma vaga.

Na verdade, já foi demonstrado, em um estudo em que diretores executivos bonitos pareciam gerar melhores retornos de ações para suas empresas. Isso foi creditado ao fato de que as empresas acreditam que os consumidores são mais propensos a comprar coisas de funcionários bonitos. Dessa forma, muitos utilizam o critério beleza na hora de contratar.

Porém, algumas evidências apontam que essas "recompensas" pela beleza, podem estar chegando ao fim. Algo está mudando. Isso porque as pessoas estão em busca de coisas mais reais, para se identificarem. E, é por isso, que vemos cada vez mais comerciais de televisão com pessoas mais parecidas com as pessoas "comuns". Se distanciando, cada vez mais, das imagens editadas e buscando uma maior autenticidade para as marcas.

Por causa disso, em um estudo recente, pesquisadores buscaram entender como os consumidores respondiam ao atendimento de pessoas consideradas mais atraentes. Em síntese, trezentos e nove estudantes universitários participaram do estudo. A eles, foi pedido que lessem a mesma descrição de um serviço, prestado em um restaurante, e depois vissem a foto de uma pessoa, que foi descrita como sendo o garçom. Posteriormente, aos participantes, aleatoriamente, foram mostradas imagens de homens e mulheres.

Assim como os garçons na situação que leram, os participantes do estudo também foram classificados usando medidas objetivas de atratividade. Posteriormente, os estudantes classificaram o nível de atratividade dos garçons e o quão "psicologicamente próximos" eles se sentiam deles. Eles também avaliaram itens como a satisfação do cliente, a qualidade do serviço e o nível de simpatia do garçom.

A beleza pode criar distância no trabalho

Com isso, os pesquisadores descobriram que a proximidade do consumidor com o garçom se correlacionava com a avaliação da qualidade do serviço prestado. Em outras palavras, se as pessoas se sentissem distantes do garçom, ele recebia notas ruins. Curiosamente, se as pessoas julgassem o garçom atraente, mas não fossem bonitas, elas eram mais propensas a sentirem esse distanciamento.

De acordo com Chun Zhang, professora de Marketing, da Universidade de Dayton, em Dayton, Ohio (EUA), uma das autoras do estudo, o próximo passo era descobrir se a distância, sentida pelos estudantes, era algo relacionado a como eles se percebiam, mais do que qualquer outra coisa. Eles recrutaram outras 237 pessoas e realizaram um estudo semelhante.

Nesta outra situação, assim como na anterior, aos participantes foram mostradas imagens de servidores "atraentes" ou "pouco atraentes". Dessa vez, eles avaliaram o nível de atratividade da pessoa que viam na imagem, bem como a si mesmos. Além de indicarem se eles acreditavam que havia uma conexão entre beleza e habilidades.

Resultados

O resultado mostrou que os participantes, que se consideravam menos atraentes, se sentiam mais distantes das pessoas nas imagens. Bem como tinham propensão a perceber o serviço prestado, como de qualidade inferior. Outro fator, apontado nos resultados, é que, aqueles que disseram que não havia conexão entre beleza e habilidades, também tendiam a avaliar o serviço dos servidores, considerados atraentes, como de baixa qualidade.

Os pesquisadores então realizaram um terceiro estudo. Nele, participaram consumidores de um shopping center, que haviam acabado de ser atendidos pelos funcionários das lojas. E, sem surpresas, os resultados acabaram confirmando ainda mais os resultados dos dois primeiros. Dessa forma, eles concluíram que havia uma conexão entre trabalhadores bonitos e experiências desagradáveis para pessoas menos atraentes.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+