icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Seus relacionamentos não dão certo? Siga esses 10 passos para mudar isso

POR Fabiana Souza EM Entretenimento 19/10/15 às 15h51

capa do post Seus relacionamentos não dão certo? Siga esses 10 passos para mudar isso

Já faz tempo que você está naquela seca e não consegue engatar relacionamento nenhum? Calma, não se sinta o ser mais solitário do mundo, pois muita gente tem esse mesmo problema e se encaixa nas mesmas dificuldades. O ponto de interrogação que ronda a cabeça dos solteirões (e solteironas) partilha dos mesmos motivos.

Não importa o quão bem arrumado você vá aos encontros, ou o quanto se perfume, parece não chamar a atenção da(o) pretendente. Todo o esforço que faz para manter um bom papo parece inútil ao fim da noite e todos as outras tentativas de aproximação parecem frustradas. Você é uma carga elétrica que repele os seus iguais. Pois bem, fique calmo. Fomos atrás da solução para a sua solidão, siga essas passos e conseguirá um crush rapidinho. Confira:

10 - Não crie flashback da relação anterior

É comum que, depois de uma longa relação as pessoas tenham dificuldades de se envolver novamente. Isso acontece porque na maioria das vezes essas pessoas se acostumam com o padrão da relação anterior e não conseguem se adaptar a novas pessoas e experiencias. Novos costumes, rotinas e personalidades parecem algo fora do "normal". A receita para o fracasso em um novo relacionamento é fazer do novo par uma "cópia do ex"."Em geral, a repetição malsucedida nas escolhas amorosas aponta um conflito interno", explica a psicóloga Juliana Bonetti. "Esforce-se para olhá-lo como uma nova pessoa, e não como uma sombra de alguém com quem você já se relacionou", diz a psicóloga Luciana Aguiar. E generalizações de ideias do tipo "todos os homens são iguais" ou "as mulheres sempre fazem isso" só dificultam.

9 - Domine a ansiedade para saber os rumos do romance

Aquelas pessoas que querem superar logo o fim de um relacionamento, ou têm pressa de conseguir algo estável e sério com alguém, acabam por assustar os pretendentes que querem ir com um pouco mais de calma. A maioria dos relacionamentos de sucesso funcionam a base de paciência, no qual cada um respeita o tempo de seu par. A dica é, ao invés de querer apressar as coisas, use o tempo para analisar sua escolha, se o pretendente é realmente aquilo que você quer e etc. "É natural um certo grau de ansiedade e desejo de saber o que será do futuro, pois, no amor, algum risco sempre se corre. Mas a ansiedade exagerada revela necessidade de controle e um mundo fantasioso em relação aos romances", fala a psicóloga e terapeuta de casais Iara L. Camaratta Anton, autora de "A Escolha do Cônjuge" (Ed. Artmed). "Apressar esse processo, com cobranças, impede que o outro, no seu tempo, se envolva", afirma a psicóloga Luciana Aguiar

8 - Demonstre que a pessoa é importante para você

É um erro comum e que atinge a maioria das pessoas inseguras. Você está morrendo de vontade de saber como ele(a) está ou o que está fazendo, mas evita telefonar, mandar mensagens ou pedir explicações por achar que estará "pegando no pé demais". Pois bem, ser completamente desatencioso com o par também pode afastá-lo de você. "Algumas pessoas desenvolveram uma segurança emocional e não necessitam da presença de alguém", diz a terapeuta Sandra Salomão. Dar liberdade é bom, porém, quando esse comportamento se torna excessiva é sinal de traumas ocasionados por situações de dor na infância ou em relacionamentos mal sucedidos, em que a pessoa desenvolve o "desapego" para não ter que lidar com frustrações, rejeições ou desamparos. Independentemente qual seja a origem, esse comportamento precisa sofrer adaptações, caso você realmente queira levar um relacionamento adiante, pois ninguém quer um(a) parceiro(a) desinteressado(a) para com a sua vida.

7 - Respeite o ritmo da outra pessoa

Os primeiros meses do namoro são considerados os melhores. O início é sempre doce e apaixonado. Porém, essa dose de paixão pode não ser a mesma para os dois. Isso também pode ser um problema, pois dar insistentes demonstrações de amor ou ser aquele famoso "grude", não respeitando o ritmo da outra pessoa, pode assustar a pessoa que não está com a mesma intensidade que você. "O excesso pode indicar que você faz dos seus relacionamentos o centro de sua vida e a solução de seus problemas", explica a psicóloga Luciana Aguiar. "Um relacionamento precisa ser cultivado à base de parceria. Prestar atenção ao ritmo do parceiro é uma boa dica para regular a velocidade e intensidade de entrega e doação, pois nenhuma relação desequilibrada tem o potencial de fazer os dois felizes", esclarece. Já a psicóloga e terapeuta de casais Iara L. Camaratta Anton diz que "ir com muita sede ao pote" dá sinais de carência afetiva e fragilidade de ego, o que afasta as pessoas. "Autoestima e autoconfiança são ingredientes que nos permitem ir com calma, passo a passo, sem perder a espontaneidade", explica.

6 - Dê uma chance à alguém diferente de você

Sempre existem aquelas pessoas que buscam um par com comportamentos e gostos semelhantes aos delas. A justificativa para isso é a "facilidade" que a compatibilidade de ideias proporciona. Porém, saiba que se você é desses que pensa dessa forma e só busca parceiros(as) semelhantes à você, saiba que está reduzindo drasticamente suas chances de se dar bem. "Em geral, as afinidades aproximam com mais facilidade. Mas investir somente nelas sinaliza dificuldade de ampliar fronteiras e de lidar com as diferenças", afirma a terapeuta Sandra Salomão. Criar um modelo de par romântico ideal torna tudo ainda mais difícil. Estar aberto a novas experiências, com pessoas diferentes de você, pode colocar alguém inesperado em seu caminho, que mudará sua visão de forma positiva. "Evite descartar pessoas antes de conhecê-las melhor", alerta a psicóloga Luciana Aguiar.

5 - Tenha expectativas realistas

 

Se encher de expectativas a respeito da outra pessoa só causa frustração. Não adianta esperar que a pessoa seja algo no relacionamento que ela não é de verdade. "Fantasiar a respeito da vida a dois pode fazer com que não se consiga usufruir as delícias oferecidas pelas coisas simples do dia a dia", alerta a psicóloga e terapeuta Camaratta Anton. Para a psicóloga Luciana Aguiar, o maior responsável pelo fracasso de relações recentes são as expectativas jogadas uns nos outros. "Entenda que um parceiro não existe para dar conta de todos os seus desejos e necessidades. A pessoa que está do seu lado tem possibilidades e limites", explica Luciana.

4 - Supere a dificuldade de confiar

 

Segundo a psicóloga Juliana Bonetti, confiança é essencial para fortalecer laços afetivos. "Se há dificuldade em confiar, haverá, também, problemas para se entregar. Sem entrega, fica muito difícil compartilhar vivências. É preciso verificar as causas de tamanha dificuldade, pois esta questão pode apontar para conflitos mais profundos", alerta. Situações que de insegurança ou traições anteriores normalmente geram medo em novos relacionamentos, porém, esse comportamento deve ser superado. A solução para esse comportamento é encarar a nova relação como algo totalmente diferente.  A psicóloga Iara L. Camaratta indaga:"Será que a dificuldade em confiar não indica que você é quem não merece a confiança do outro?" por isso é preciso esquecer os fantasmas antigos e confiar em si mesmo.

3 - Faça concessões em nome do namoro

Você quer encarar um novo relacionamento mas não quer abrir mão da sua rotina, seus horários, individualidade ou hábitos. Pois bem, já se prepare para os desentendimentos. Pois esse tipo de resistência não ajuda em nada para a sobrevivência de um namoro. "Relacionar-se implica renunciar a algumas coisas da vida de solteiro. Namorar não é uma obrigação, mas se a escolha é essa, é necessário ceder para incluir o outro em sua vida", explica a psicóloga Juliana Bonetti. Com isso, não significa que você precise abandonar tudo e abrir mão das coisas que gosta, não é nada disso. Significa entender que existe algo novo em sua vida, e que precisa ser adaptado, para que haja equilíbrio. "Não ceder pode ser um convite para o outro fazer o mesmo, o que transforma a relação em um cabo de guerra. E se só o outro cede, surge um desequilíbrio perigoso, e que certamente terá consequências", explica a psicóloga Luciana Aguiar.

2 - Pare de achar que dará tudo errado

Quem espera sempre o pior do relacionamento ou do outro nunca evolui e com isso, não valoriza as qualidades que a outra pessoa possa ter ou tentar mostrar. "O pessimismo é o princípio do fracasso", afirma a psicóloga Juliana Bonetti. "Se algo deu errado no passado, não precisa dar errado no presente, a menos que você continue fazendo tudo do mesmo jeito. Lembre-se: parte da responsabilidade por uma relação dar certo ou não é sua", explica a psicóloga Luciana Aguiar.

1 - Não sufoque o outro em busca de atenção

Cobrar muita atenção e total disponibilidade, principalmente no início do namoro, pode causar desgaste na relação, pois ela nem mesmo criou bases sólidas. É essencial manter o autocontrole, pois o namoro é desejado para que as duas pessoas se complementem, dependência e necessidade tira todo o ar de naturalidade e bem estar do relacionamento. Exigir atenção demais estressa, até porque cada um tem a sua vida, seus ideais e projetos, todos precisamos de um tempo só nosso, e isso não tem nada a ver com descaso ou desinteresse. Até porque, só dessa forma o que trocar com o parceiro. Se você vive uma vida em prol de outra pessoa, você não incrementará em nada na vida dela, será apenas um peso. "É sempre bom lembrar que o outro dá o que pode dar", explica a psicóloga Luciana Aguiar.


Próxima Matéria
avatar Fabiana Souza
Fabiana Souza
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest