• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Teoria sugere que Feiticeira Escarlate é a 'Loucura no Multiverso' de Doutor Estranho 2

POR Letícia Dias    EM Notícias      30/08/19 às 12h50

Apesar de ter sido oficialmente anunciado mês passado, na San Diego Comic-Con, já vinhamos especulando sobre Doutor Estranho 2 desde o começo do ano. Portanto, assim como Capitã Marvel e Pantera Negra, sempre soubemos que o Mago Supremo faria parte do futuro do MCU. Surpreendentemente, junto com o portador do Olho de Agamotto, teremos a Feiticeira Escarlate e isso elevou as expectativas para um outro nível. Partindo da premissa de que Wanda Maximoff e Stephen Strange estarão no mesmo longa, teorias começaram a ser desenvolvidas. Embora no início acreditássemos que eles lutariam juntos contra uma ameaça maior, talvez o perigo iminente seja a própria Wanda.

No decorrer das 3 fases da Marvel, nunca vimos um real exploração do poder místico nas telas. Doutor Estranho nos forneceu um pequena introdução, porém, por se tratar de um filme de origem, acabamos não imergindo de fato nessa especificidade. Flertamos com o conceito de Multiverso mencionado pela Anciã, vimos de relance a Dimensão das Trevas e testemunhamos Strange barganhando com Dormammu. No entanto, mesmo Scott Derrickson tendo feito um excelente trabalho em seu longa, sabíamos que muito potencial se escondia por trás de todos os efeitos psicodélicos. Por isso, a partir do momento em que Doutor Estranho no Multiverso da Loucura foi anunciado, se tornou instantaneamente o filme mais esperado da Fase 4 da Marvel.

Levando em consideração algumas informações lançadas pelos envolvidos no projeto, presumimos que o Multiverso da Loucura se tratava da Dimensão dos Sonhos. Os rumores envolvendo Eva Green sendo escalada para viver Pesadelo não ajudaram a manter nossos pés no chão. Entretanto, uma teoria recém saída do forno mudou totalmente nossa perspectiva. Aparentemente, a "loucura" sugerida no título pode ser uma referência a um surto mental da Feiticeira Escarlate.

A instabilidade da realidade nas mãos da Feiticeira Escarlate

Há muito tempo já vem sendo comentado que Maximoff não tem seu potencial bem explorado pela Marvel Studios. Isso é algo contraditório se levarmos em consideração que ela é a mais poderosa entre os Vingadores. Qualquer dúvida é só perguntar pro Thanos. Enfim, o que estamos tentando dizer é que o título de Doutor Estranho estabelece explicitamente que a produção estará ligada à dois temas: multiverso e trauma psicológico. Apesar de não ter sido algo mostrado nos filmes, Wanda conta com uma habilidade denominada "magia do caos". O que é isso? Basicamente, é a capacidade de manipular a realidade de forma que quiser, fazendo os eventos mais impossíveis acontecerem. É algo semelhante ao que Dominó faz com as probabilidades, só que em uma dimensão muito maior e letal.

Um exemplo da proporção dos poderes de Wanda é a situação desencadeada pela mesma em Dinastia M. Na minissérie impressa pela Marvel Comics, a personagem reestruturou a própria realidade, criando uma linha do tempo alternativa. Esse novo plano foi construído diante seus desejos, até mesmo aqueles armazenados nas profundezas de seu subconsciente. Assim como esperado, isso resultou em situações conflitantes onde diante da instabilidade da Magia do Caos, vários heróis recuperaram suas memórias e confrontaram Wanda. Essa instabilidade mental faz parte da mitologia da Feiticeira. Tanto que no decorrer de sua história ela resultou em diversos danos colaterais cujo custo foi terrível.

O próprio Doutor Estranho chegou a observar que nem mesmo Wanda tinha consciência da grandeza de seus poderes. Em Vingadores: A Queda, Wanda acreditou ter perdido seus filhos e perdeu o controle da realidade, transformando-a na maior inimiga dos Vingadores. Seria interessante ver uma narrativa assim. Aproveitando que a Casa das Ideias tem mirado em novos gêneros, nada impede que eles mergulhem em histórias que fujam do seu convencional.

Como Wanda Maximoff pode ir de heroína à vilã?

Depois de todos os tópicos apontados, é indubitável a probabilidade de Wanda se tornar uma antagonista. A versão da personagem no MCU possui características diferentes do que vemos nos quadrinhos. Até mesmo a origem de seus poderes foi alterada. Contudo, o estúdio parece estar se preparando para transformar a jovem Maximoff na Feiticeira Escarlate. No primeiro filme do Doutor Estranho vimos a Anciã descrevendo a magia como o código-fonte responsável por moldar a realidade. Os feiticeiros utilizam a energia extraída de outras dimensões do multiverso para conjurar feitiços, escudos e armas. Posteriormente, Kevin Feige sugeriu que as habilidades de Wanda funcionam da mesma forma. Portanto, ela está mais ligada ao Multiverso do que imaginávamos. Isso explica sua participação em Doutor Estranho 2.

Vale lembrar que durante as fases 3 e 4 do MCU a personagem passou por momentos de difíceis perdas. Sendo assim, não é difícil imaginar que isso tenha afetado diretamente sua estabilidade. Em Vingadores: Era de Ultron, vimos que seus poderes estavam diretamente relacionados a sua estabilidade mental. Assim que Mercúrio foi baleado, Wanda provocou uma explosão devastadora de energia telecinética. Em Guerra Infinita ela conseguiu segurar o Titã Louco só com uma mão, enquanto em Ultimato ela quase o derrotou sozinha. Não resta dúvidas de que ela tem o que é necessário para se tornar uma ameaça. Contudo, será que é isso que vai acontecer?

Próxima Matéria
Via   SR  
Imagens Marvel
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+