icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Terremoto de 7,2 graus atinge a Rússia e há risco de tsunami

POR Cristyele Oliveira EM Ciência e Tecnologia 25/03/20 às 20h25

capa do post Terremoto de 7,2 graus atinge a Rússia e há risco de tsunami

Enquanto o mundo todo lida com a pandemia de coronavírus, e a maioria das pessoas estão de quarentena, tem uma força que não para nunca. Essa força é a natureza. Mesmo que todos os esforços estejam voltados para conter a disseminação do novo vírus, outros problemas emergenciais estão acontecendo ao mesmo tempo. Na Rússia, um terremoto de magnitude 7,2 foi registrado hoje, nas ilhas Kuril. E não estamos falando de um tremor qualquer, sem grandes alardes. A movimentação gerou pânico, devido ao risco de um tsunami.

De acordo com um comunicado das autoridades locais, foi iniciada uma operação de retirada dos habitantes, devido ao temor de um desastre ainda maior. Ainda segundo informações das autoridades, o epicentro do tremor foi registrado a 250 quilômetros de profundidade. A oeste da cidade de Severo-Kurilsk, na ilha de Paramushir, no norte de Kuril. A principal preocupação do governo no momento, é a segurança dos cidadãos que vivem próximos ao local.

O terremoto

Na tarde de hoje (25), foi registrado, na Rússia, um terremoto de magnitude 7,2 nas ilhas Kuril. Após o forte tremor, a autoridades locais começaram a retirar os habitantes do local. Isso devido a preocupação com o alto risco de tsunami.

Os habitantes retirados do local foram levados para uma zona de segurança localizada em um colina próxima, já que a possibilidade de tsunami tem causado pânico nas pessoas. "A segurança dos habitantes é o mais importante", afirmou o governador da província de Sakhalin, Valeri Limarenko.

Felizmente, durante o tremor não houve grandes estragos e não foram registradas nenhuma vítima. No primeiro momento, o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou que o terremoto chegou a atingir a magnitude de 7,5. Isso a uma profundidade de 59 quilômetros e a 1.400 km da cidade japonesa de Sapporo.

Lembrando que o local atingido pelo terremoto, Kuril do Norte fica exatamente ao lado de Kuril do Sul. Lembrando que as duas ilhas são reivindicadas pelo Japão.

Chamadas de "Territórios do Norte", pelo próprio Japão, as quatro ilhas localizadas ao sul do arquipélago Iturup, Kunashir, Shikotan, e Habomai. Todas elas que integram atualmente a província de Sakhalin, território que até então pertence a Rússia.

Disputa territorial

Os dois países lutam pela soberania das quatro ilhas há muito tempo, desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Tanto que essa divergência territorial impossibilitou a assinatura de um tratado de paz, entre os dois países, ao final do conflito mundial.

As tropas soviéticas assumiram a posse das ilhas depois da capitulação do Japão, que colocou fim à Segunda Guerra Mundial. E a disputa, que já dura mais de sete décadas, colocou empecilhos no comércio e impediu que Moscou e Tóquio finalmente assinassem um termo de paz formalmente.

E a Rússia já deixou bem clara a sua vontade de voltar a instalar armas nas ilhas Kuril. Segundo o país, as ilhas são um posto avançado no Pacífico, e que já realizou manobras militares anteriormente.

E você, o que acha dessa disputa, ainda mais agora com risco de um tsunami na região? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest