• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Testes de vacina para o Coronavírus começam nos EUA

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      18/03/20 às 00h07

Em meio à urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia de coronavírus, laboratórios do mundo inteiro estão se mobilizando, em busca de uma vacina eficaz contra a Covid-19. Enquanto uma solução definitiva pode levar no mínimo 18 meses para ficar pronta, alguns testes já começarão a ser feitos em breve. O primeiro ensaio clínico de uma vacina, para proteção contra o novo coronavírus, receberá a primeira dose experimental já na segunda-feira (23). A informação é de um representante do governo dos Estados Unidos.

O estudo, financiado pelo National Institutes of Health, está acontecendo no Instituto de Pesquisa em Saúde Kaiser Permanente Washington, em Seattle. Os testes inicias começarão com 45 voluntários jovens e saudáveis. Eles receberão doses codesenvolvidas pelo NIH e Moderna Inc. Mas não há riscos para os participantes de serem infectados pelas doses, já que elas não contêm o próprio vírus. O intuito com isso tudo, é simplesmente verificar se as vacinas poderão apresentar efeitos colaterais graves. Tudo isso é uma preparação para testes maiores no futuro.

Uma vacina para o coronavírus

Inúmeros grupos de pesquisa do mundo inteiro estão correndo contra o tempo, para desenvolver uma vacina eficaz contra o coronavírus. Conforme os casos de Covid-19 dobram a cada dia, a corrida fica ainda mais acirrada. A busca aqui é por tipos diferentes de vacinas, algumas até temporárias, que podem proteger a saúde dos pacientes por um mês ou dois de cada vez. Isso, para aliviar os danos, enquanto é desenvolvida uma proteção mais duradoura.

Além dos testes já em andamento, a Inovio Pharmaceuticals já tem planos de fazer testes de segurança da sua própria candidata à vacina contra a doença. A ideia é que isso aconteça já no próximo mês, com a ajuda de voluntários na Universidade da Pensilvânia, e em um centro de testes, em Kansas City, no estado do Missouri.

No entanto, mesmo que os testes experimentais sejam bem sucedidos, "estamos falando de um ano a um ano e meio", até que uma vacina definitiva fique pronta para uso generalizado. Essas são as previsões do Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas do NIH.

Testes

E por mais que pareça muito tempo, na verdade, caso seja mesmo isso, seria um ritmo recorde. Isso porque os fabricantes precisam de muitos estudos adicionais de milhares de pessoas. Tudo para ter certeza se uma vacina assim, realmente será benéfica para a saúde. O que é de extrema importância, ainda mais para um público assustado.

O presidente americano, Donald Trump, vem pressionando as autoridades por uma ação rápida em uma vacina. Ele afirma que, nos últimos dias, os trabalho está "avançando muito rapidamente" e espera vê-la o quanto antes.

Até o momento, ainda não existem tratamentos comprovados. Mas na China, pesquisadores já estão testando uma combinação de medicamentos contra o HIV e contra o coronavírus. E também há um outro medicamento experimental, chamado remdesivir, que estava em desenvolvimento para combater o Ebola.

E você, está fazendo a sua parte para conter o coronavírus? Conta para a gente o que está fazendo e aproveite para compartilhar com seus amigos.

Próxima Matéria
Via   AP  
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+