• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Todos os personagens interpretados por Sarah Paulson em American Horror Story

POR Letícia Dias    EM Séries e Sagas      19/08/19 às 01h38

Com menos de um mês faltando para a estreia de American Horror Story: 1984, toda a atenção está voltada para detalhes sobre a nona temporada da antologia, de Ryan Murphy. Considerando o sucesso da série de terror, resolvemos revisitar algumas temporadas anteriores e falar sobre um dos pilares dessa franquia, Sarah Paulson. A atriz tem marcado presença na produção do FX, desde seu primeiro ano, a partir daí seu nome apareceu em todos os créditos das temporadas anteriores. Foi divulgado que uma décima temporada de AHS já está em desenvolvimento, porém, Paulson, aparentemente, desempenhará um pequeno papel. Desse modo, a seguir, apresentamos uma compilação de todos os personagens interpretados por Sarah Paulson, em America Horror Story. Assim, você vai poder conferir que, independente do tamanho do papel, a atriz sempre se destaca.

Billie Dean Howard em American Horror Story: Murder House

Ao estrear em AHS, Pauson interpretou uma personagem sem muito destaque, a médium Billie Dean Howard. Constance Langdon (Jessica Lange) apresentou Billie Dean à Violet Harmon (Taissa Farmiga). Após fornecer algumas informações, sobre o estado de Tate (Evan Peters), a clarividente explicou, para a garota, como funcionava a vida após a morte, assim que percebeu que Violet era um fantasma. Antes de deixar a casa, Billie Dean avisou que, quando um espírito tem um filho com um humano, o resultado é o próprio Anticristo. Posteriormente, veríamos esse drama se desenvolver na oitava temporada da série.

Lana Winters em American Horror Story: Asylum

Na segunda temporada, Paulson foi promovida para uma personagem principal. A atriz interpretou Lana Winters, uma ambiciosa jornalista. Na década de 1960, Lana viajou até Briarcliff Manor, para entrevistar Kit Walker (Evan Peters), o homem que ela achou ser um infame serial killer. Entretanto, enquanto estava na Instituição Mental, uma série de fatores levou a jornalista a enfrentar torturas e terapia de aversão. Como se não fosse o suficiente, mais tarde, ela acabou sendo capturada pelo verdadeiro assassino. O serial killer a violentou e, mais tarde, com a ajuda de Kit, Lana se livrou do cativeiro. Depois que abandonou o manicômio, Lana escreveu um livro sobre suas experiências no lugar e ajudou a fechar Briarcliff para sempre. Todavia, aos 84 anos, ela foi encontrada por seu filho com o Bloody Face, que queria se vingar dela por tê-lo abandonado. Lana então o matou com sua própria arma.

Cordélia Foxx em American Horror Story: Coven

Seu desempenho, nas duas temporadas anteriores, foi tão notável que, na terceira parte de AHS, Paulson permaneceu como uma das personagens principais. A atriz deu vida à Cordélia Foxx, a decepcionante filha de Fiona Goode (Jessica Lange), a atual Suprema. Fiona era diretora da Academia Madame Robichaux, assim, Cordélia atuava como mentora de jovens bruxas. Contraditoriamente, assim que foi cegada, Cordélia recebeu o dom da visão. Mais tarde, sua mãe acabou enfraquecendo e Cordélia se tornou mais forte, assumindo o posto de Suprema.

Bette e Dot Tattler em American Horror Story: Freak Show

Na quarta temporada de AHS, Paulson trabalhou em dobro. A estrela interpretou gêmeas siamesas, que trabalhavam em um show de aberrações. Bette e Dot Tattler compartilhavam um tronco, braços e pernas, porém, as duas cabeças não poderiam funcionar de forma mais diferente. Elas foram encontradas depois que Bette assassinou sua mãe, por escondê-las a vida inteira. Por incrível que pareça, Bette era a gêmea mais amigável. Enquanto isso, Dot era cínica em relação a tudo. Apesar de terem pensado em fazer uma cirurgia, para se separarem, as gêmeas acabaram mudando de ideia. No final, ambas se casaram com Jimmy Darling (Evan Peters) e tiveram um filho.

Sally McKenna em American Horror Story: Hotel

Também conhecida como Sally Hipodérmica, Sally McKenna era uma viciada em drogas. Sally foi morta no Hotel Cortez, em 1994, após ser empurrada da janela por Iris (Kathy Bates). Desde então, seu espírito ficou preso na propriedade e ela passou a assombrar os hóspedes. Após uma desilusão amorosa, Sally acabou se tornando uma estrela das redes sociais. Também nessa temporada, Paulson reprisou seu papel como Billie Dean Howard. A medium foi convidada para o Hotel Cortez, por Iris, mas acabou indo embora após ser ameaçada pelos espíritos.

Shelby Miller e Audrey Tindall em American Horror Story: Roanoke

A sexta temporada de AHS foi meio confusa, pois narra um programa dentro de um programa. Sendo assim, Paulson interpretou Shelby Miller, na primeira metade da temporada. Porém, mais tarde, foi revelado que seu papel, como Shelby, era apenas uma reencenação para a produção de outra série. A verdadeira Shelby foi interpretada por Lily Rabe, e Paulson, na verdade, era uma atriz chamada Audrey Tindall. No fim, tanto os personagens quanto suas contrapartes da vida real se juntaram, para outro reality show. Acontecimentos e mortes misteriosas acarretaram em uma confusão com a polícia, onde Audrey foi baleada e morta. Ainda em Roanoke, Paulson reprisou Lana Winters.

Ally Mayfair-Richards em American Horror Story: Cult

Ao ser introduzida na sétima temporada da série, Ally Mayfair-Richards foi retratada como uma mulher, limitada por um série de fobias. Sua ansiedade foi amplificada, após a eleição presidencial de 2016 o que, consequentemente, afetou sua relação com sua esposa Ivy (Alison Pill) e seu filho. Depois de contratar uma jovem, chamada Winter (Billie Lourd), para examinar seu filho, Ally começou a ser atacada por palhaços. Mais tarde, ela descobriu que seus agressores eram membros de um culto, liderado pelo irmão de Winter, Kai (Evan Peters). Pra piorar ainda mais a situação, Ivy estava no culto, e por isso, Ally foi alvejada. Em uma reviravolta, Ally consegue derrotar todo o culto, matando muitos membros, inclusive Ivy e Kai. Em seguida, ela concorre com sucesso para o senado. Também nessa temporada, durante uma alucinação de Kai, vimos Paulson retratar Suasan Atkins, uma seguidora de Charles Manson.

Wilhemina Venable e Cordélia Goode em American Horror Story: Apocalipse

A oitava temporada de AHS foi um grande passo para Paulson, que interpretou um total de três personagens. Nos primeiros episódios, a atriz interpretou Wilhemina Venable, a líder do Posto 3, um abrigo subterrâneo, responsável por abrigar sobreviventes de uma explosão nuclear. Porém, a cruel personagem não demorou muito a ser morta. Em seguida, Cordélia retorna, utilizando seu sobrenome de solteira, Goode. A Suprema, junto com suas pupilas, chega ao Posto 3, para reviver alguns de seus companheiros bruxos. Posteriormente, vemos que elas têm o objetivo de impedir o Anticristo de executar o apocalipse. Falando em Anticristo, foi isso que trouxe Billie Dean Howard de volta à tona. Na primeira temporada, a médium havia alertado sobre esse perigo.

Próxima Matéria
Via   SR  
Imagens FX
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+