• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Três novas vilãs são apresentadas em Dragon Ball Super

POR Gabi Noronha    EM Notícias      29/08/19 às 13h38

O mangá de Dragon Ball Super continua com toda a força (e público), trazendo cada vez mais novidades aos leitores. Na última publicação, capítulo 51, fomos apresentados a três vilãs. O trio era parte dos prisioneiros da Patrulha Galáctica. Grupo que, como visto antes, tem sofrido com ataques de Moro. O vilão causou uma enorme fuga dos detentos, entre as quais estão as três mulheres que integram sua gangue. Por enquanto, elas não tiveram seus nomes revelados, mas suas ações já refletem bem as respectivas personalidades.

Na cena, após a fuga da Patrulha Galáctica, o trio acaba em um planeta habitado por criaturas selvagens. Tudo indica que a mulher de regata preta, com o penteado punk à lá Super Saiyajin, seja a líder do bando. É ela que se encarrega de enviar uma mensagem a Moro, com a atualização sobre a localização. No comunicado ela diz: "Nós achamos um planeta com uma energia bacana, eu acho. Está totalmente repleto de criaturas energéticas... Todo o esquadrão está vindo até nós, garotas. Por isso, é nosso trabalho arrancar os tesouros desse planeta antes que eles apareçam!".

Desde que o bando de Moro foi introduzido na história, parece haver um espelhamento de seus comparsas em relação aos heróis do Universo 7. As duas mulheres de preto, por exemplo, se assemelham de Kale e Caulifla. Até o momento, não está claro se o arco da Patrulha Galáctica pretende explorar mais essas três novas vilãs ou, muito menos, as similaridades entre os heróis e gangue de Moro.

O capítulo 52 do mangá de Dragon Ball Super será publicado no próximo mês.

O caminho até Dragon Ball Super

Dragon Ball Z marcou toda a geração infanto-juvenil da década de 1990. A influência do anime no ocidente foi tamanha que deixava várias pessoas grudadas na frente da televisão para não perder nenhum suspiro dos Guerreiros Z. Por isso, quando o mangá, e consequentemente a série animada, chegou ao fim, se instaurou um vazio na rotina de toda criança ou adolescente que acompanhavam. Em uma tentativa de sanar um pouco a abstinência, foi lançado logo em seguida o anime Dragon Ball GT.

A intenção foi boa, mas o resultado nem tanto. Embora hoje o programa seja mais aceito, na época, ele sofreu diversas críticas negativas. Principalmente, porque a história não fazia parte do cânone. Quando chegou ao fim, no ano seguinte, os fãs tiveram que se contentar com as reprises de temporadas passadas da série. Nada de Dragon Ball foi feito por anos. Até que, finalmente, para a felicidade de todos, em 2015, estreou Dragon Ball Super.

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+