icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Tristão da Cunha, o lugar povoado mais remoto do mundo

POR Cristyele Oliveira EM Curiosidades 13/06/19 às 15h00

capa do post Tristão da Cunha, o lugar povoado mais remoto do mundo

Se você é daqueles que abriria mão de uma vida corrida em meio à cidade grande e que poderia muito bem viver em um lugar totalmente isolado e paradisíaco, o seu destino seria Tristão da Cunha. O arquipélago de Tristão da Cunha é o lugar mais remoto do planeta Terra. A pequena comunidade fica distante de qualquer outra civilização. O local situa-se no meio de uma ilha vulcânica pouco explorada.

O lugar de difícil acesso hoje faz parte do território do Reino Unido é só é possível chegar até lá através do mar. Para isso, você terá que viajar até a África do Sul, mais precisamente até a Cidade do Cabo. De lá, você teria que embarcar em uma viagem de barco por 2.805 quilômetros, que dura em média 6 dias. Um detalhe importante é que a embarcação, que leva as pessoas até Tristão da Cunha, só parte uma vez por mês. Ou seja, você teria que planejar tudo com antecedência, não é como se você estivesse viajando para as ilhas Maldivas. Se você ficou interessado, conheça agora um pouco mais sobre o lugar povoado mais remoto do mundo.

Tristão da Cunha

O arquipélago de Tristão da Cunha só foi descoberto em 1506 e manteve-se inabitado até meados de 1700. Localizado no sul do Oceano Atlântico, é um dos três constituintes do território ultramarino britânico. Os outros são Santa Helena e Ascensão.

O único lugar habitado da ilha é a pequena comunidade de Edimburgo dos Setes Mares, localizada no noroeste do arquipélago. No povoado, vivem cerca de 270 pessoas, todas descendentes de apenas sete famílias. O vizinho mais próximo, mas não tão próximo assim, é a ilha de Santa Helena, conhecida por ser o local onde Napoleão Bonaparte foi exilado e morreu. Por se tratar do lugar mais remoto do mundo, já era de se esperar que por lá não exista aeroporto e nem sinal de celular.

Você deve estar se perguntando se chega sinal de internet por lá. Na verdade até chega, porém, é muito cara e de péssima qualidade. A eletricidade da comunidade é oriunda de um gerador a diesel, tudo muito diferente dos grandes centros urbanos. Para adquirir mantimentos e remédios, existe um único mercadinho para todo o povoado. No entanto, é preciso fazer os pedidos com no mínimo um mês de antecedência, já que os mantimentos chegam através dos barcos de pescas que vão até a Cidade do Cabo buscar as mercadorias.

Se você acha que os correios demoram a entregar as suas encomendas online, saiba que lá, a situação é ainda pior. Não tem como saber exatamente quando a sua encomenda chegará. Como o povoado não conta com um porto e lidam com o frequente mau tempo assolando a região, é preciso contar com a ajuda do clima. Lá, chove em média 20 dias por mês.

O arquipélago

O arquipélago foi descoberto em 1506, pelo português Tristão da Cunha, por isso o nome em sua homenagem. O território passou primeiramente pelo domínio dos holandeses até se tornar território ultramarino do Reino Unido. William Glass foi um dos membros da Artilharia Real, e junto a sua família, formou o assentamento na ilha, em 1853. Desde então, os habitantes da ilha convivem em harmonia.

Hoje, todos os habitantes, cerca de 270 pessoas, vivem e trabalham para manter a comunidade. Todos eles, inclusive as crianças e adolescentes, desempenham funções na agricultura local e na criação de animais. Como as terras pertencem oficialmente à toda a comunidade, não é permitido vender as terras.

Não existem hotéis em Tristão da Cunha. Para aqueles que pensam em viajar até lá, terão que encontrar abrigo na casa dos próprios moradores. Se você ficou interessado, saiba que sempre surgem vagas de emprego lá. Talvez seja uma ótima oportunidade de fugir da correria do dia a dia e ainda encontrar um emprego dos sonhos.

E você, teria coragem de morar em um lugar como esse? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest