• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A triste doença dessa menina que fica com braços enormes

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      30/10/18 às 19h58

Pensar em uma criança com problemas de nascença não é nada divertido ou engraçado. Mas a tentativa de encontrar uma solução médica para o problema gera uma curiosidade boa e que possivelmente pode ajudar.

Quando estava grávida, Joni Gatlin fez exames para ver se corria tudo bem com 15 semanas de gravidez. Os médicos notaram um acúmulo de fluidos irregular, mas pensaram que fosse muito cedo para qualquer suposição. Mas quando Madison, a filha de Joni, nasceu deu para perceber que ela não era como as outras crianças.

O braço direito de Madison pesava cinco quilos a mais do que o esquerdo. Isso aconteceu porque a menina tem uma condição chamada Cravo, que faz com que o líquido linfático se acumule nos braços e no peito. Essa condição é raríssima e afeta apenas 200 pessoas no mundo. A menina foi apelidada de Baby Hulk, e o apelido surgiu para dar forças à criança.

Apelido

O apelido da menina veio de seus pais que disseram para alguns garotos que o Hulk era seu pai. Para as crianças o fato de o "pai" de Madison ser um super-herói era mais legal e se importavam pouco com a condição dela, então os pais continuaram usando o apelido.

"Seu apelido começou em um momento em que garotos me perguntaram o que havia de errado com ela, eu disse a eles que o pai dela era o Hulk e eles acharam que era a coisa mais legal de todas. Depois que eu disse a eles que ela era a filha do Hulk, eles queriam ser seus melhores amigos", conta Joni.

Condição

O que a mãe da menina espera é que a condição dela não afaste as pessoas ou altere a forma com que a tratarão. "Eu não quero que as pessoas tenham medo da minha filha, não há nada de errado com ela, ela só tem um defeito no gene", explica.

"Eu disse à crianças mais novas que ela é um bebê do Hulk porque eu não acho que elas entenderiam a condição, e pelo menos desse jeito, elas não têm medo dela e não a tratam de forma diferente. Você tem que tentar ter senso de humor com algo assim", continua a mãe da menina.

No nascimento da menina, os pais foram pegos de surpresa quando a viram, sobretudo pelo desconhecimento da doença. "Quando ela nasceu, ela parecia uma pequena bolha bonitinha com as pernas. Acreditamos que a massa pesava 1 quilo. Agora eu acho que é em torno de 2,30 quilos", explica.

Os pais de Madison estão tratando os sintomas da menina desde já, colocando roupas de compressão e drenando o fluido duas vezes por dia. Felizmente, a condição é tratável. Assim que o inchaço atingir um certo tamanho ele pode ser retirado com cirurgia.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+