icone menu logo logo-fatosnerd.png


Tudo o que já sabemos sobre The Batman

POR Letícia Dias EM Notícias 01/09/20 às 11h47

capa do post Tudo o que já sabemos sobre The Batman

Assim como já mencionamos anteriormente, a primeira edição do DC FanDome trouxe aos fãs diversas surpresas. Dentre os vários mimos que os dcnautas receberam depois de muito tempo contando apenas com decepções, podemos citar o aguardadíssimo trailer de The Batman. Embora tenha sido vazado um pouco antes de sua liberação oficial, o material promocional já conta com 20 milhões de visualizações no YouTube, tendo quebrado um recorde logo que foi lançado. Embalado por Something in the Way, música que coincidentemente disparou em vendas após ter sido revivida por Matt Reeves, o teaser nos proporcionou um vislumbre do que esperar do longa do Morcego.

Surpreendentemente, a prévia é resultado da montagem de apenas 25 à 30 por cento das gravações. Visto que a pandemia de coronavírus ocasionou a paralisação de diversas filmagens e adiamento de muitas produções, The Batman não deixou de ser afetada. No entanto, não temos do que reclamar, pois esse trailer veio cheio de informações. Pensando nisso, reunimos aqui tudo que já sabemos sobre o filme, baseados no que foi divulgado até então. É certo que esse Batman é muito diferente de suas versões anteriores. Todavia, o que torna essa adaptação tão única?

Uma Gotham City jamais vista

The Batman está sendo filmado no Reino Unido, uma surpresa visto que o país não parece compartilhar muitas semelhanças com o cenário esperado de Gotham. No entanto, Matt Reeves possui alguns truques na manga. Segundo o diretor, ele pretende usar a arquitetura britânica para capturar alguns elementos góticos para compor a cenografia do longa. Em seguida, ele adicionará alguns procedimentos com a cortesia dos efeitos visuais. "A ideia é para Liverpool, onde tem todas as fundações da arquitetura Gótica, e depois adicionar todas as estruturas modernas através da CG [computação gráfica]; mas de uma que, quando você vir o filme, você se pergunte, 'Hey! Onde é essa cidade? Onde eles filmaram?'".

A Gotham de Tim Burton foi criada com soundstages. Em contrapartida, cineastas como Christopher Nolan e Zack Snyder optaram por utilizar cidades como Chicago e Detroit para replicar o lar de Bruce Wayne. Reeves, enquanto isso, tem sua própria ideia do que ficará bom ou não na tela, e parece que os fãs do Cruzado Encapuzado não terão do que reclamar.

Reeves utilizou uma HQ inesperada como inspiração

Baseados no pouco que já sabemos sobre The Batman, o senso comum costuma dizer que o filme é inspirado em quadrinhos como Ano Um e O Longo Dia das Bruxas. Embora é totalmente possível que essas histórias tenham influenciado de alguma forma aquilo que veremos na tela, Reeves acabou revelando que sua fonte principal de inspiração não foi nenhuma delas. "Eu queria entrar na mentalidade do personagem, e eu queria pensar na psicologia", explicou o diretor. "Eu acredito que Ego [de Darwyn Cooke] é um dos melhores mergulhos nisso. Ele está confrontando o monstro que é o Batman e é um tipo de dualidade. Existe muito nessa história sobre ele confrontar seu lado sombrio e atingir o autoconhecimento", afirmou Reeves.

Esse será o Batman mais vulnerável, problemático e humano que já vimos

Apesar de ter bilhões de dólares no banco e vestir uma capa e capuz na luta contra o crime, é importante lembrar que o Batman é apenas um homem. Sendo assim, explorar a vulnerabilidade do vigilante é algo muito importante para Reeves. "O que é realmente importante nessa iteração é que muitas outras histórias são sobre como ele dominou seu medo e se aperfeiçoou para se tornar o Batman e assim ele ele encontra sua melhor versão", disse Reeves. Em contrapartida, o cineasta não quer contra outra história de origem. Ao invés disso, Reeves quer que nós vejamos o Batman no meio de eu experimento criminal e o acompanhemos se formando como o Cavaleiro das Trevas de Gotham. Isso significa, vê-lo crescer, falhar e ser heroico. Ele fará todas as coisas que associamos ao Batman, "mas de uma forma que parece muito humana e imperfeita", como dito por Reeves.

Os vilões ainda não serão apresentados como seus famosos alter egos

Assim como dissemos acima, essa não é uma história de origem para o Batman. Contudo, será o ponto de partida para muitos outros personagens-chave de sua mitologia. Através do trailer ficou claro que Selina Kyle ainda não é a Mulher-Gato. Apesar de ter aparecido usando uma máscara que referenciava orelhas felinas, a personagem está longe de ser seu famoso alter ego. Além disso, por pouco o Oswald Cobblepot de Colin Farrell não passou despercebido. Ao contrário do que imaginávamos, ele ficou totalmente irreconhecível após ser coberto de próteses.

"De uma forma estranha, essa é a origem de muitos personagens da nossa galeria de vilões", Reeves provocou no DC FanDome. "Selina ainda não é a Mulher-Gato, e essa é realmente parte da jornada. Oz [Cobblepot] não é o chefão que ele irá se tornar. Na verdade, ele nem gosta de ser chamado de Pinguim - e o Charada está emergindo pela primeira vez. Então isso tudo é incrivelmente animador", compartilhou o diretor.

O Bat-traje e o Batmóvel serão apresentados em seus estágios iniciais (mas já estão incríveis!)

Tivemos apenas um vislumbre do traje e automóvel do herói no trailer de The Batman. Contudo, é certo que o trabalho de caracterização definido por Reeves não falhou em nos impressionar. Além disso, o cineasta compartilhou como foi o processo de trazê-los à vida. "Glyn [Dillon] chegou cedo e nós trabalhamos no design disso de novo enquanto eu escrevia e a ideia era que ele [Batman] pudesse lutar vestindo isso", disse Reeves sobre o traje. "Então, eles começaram a ilustrar e passamos um ano trabalhando no Bat-traje", concluiu. Já o Batmóvel é, certamente, mais que um carro convencional, mas continua muito fiel à realidade. Inclusive, o mesmo evoluirá de acordo com o passar do tempo.

Filmes que inspiraram The Batman

Reeves descreveu The Batman como uma história de detetive atada ao mundo da polícia de Gotham. Visto que o personagem é frequentemente descrito como o "Maior Detetive do Mundo", essa parece uma abordagem eficaz e inédita. Segundo Reeves, filmes como Chinatown, Operação França e Taxi Driver serviram como inspiração para essa adaptação do herói. "Essas coisas foram mencionadas", disse Reeves sobre as habilidades detetivescas do Morcego no Universo DC, "mas eu não sei se elas foram centrais no enredo, como serão nesse Batman em particular".

Como Gotham Central se encaixará nesse universo?

Há algum tempo atrás foi anunciado que Reeves está desenvolvendo uma série focada no Departamento de Polícia de Gotham City para o HBO Max. A produção foi informalmente intitulada como Gotham Central. Além disso, Terrence Winter foi escalado como showrunner. Apesar de ainda não sabermos se o Batman será parte desse projeto, é certo que veremos o universo do herói ser estendido. De qualquer forma, o objetivo é mostrar Gotham sob a perspectiva policial. "A ideia é ir ao Ano Um, onde esse vigilante mascarado começa a emergir e tumultuar a cidade", disse Reeves. "Você começa a ver a história sob o ponto de vista desses policiais corruptos e a história tenta batalhar pela alma de um indivíduo em particular", concluiu o cineasta.


Próxima Matéria
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest