• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Tudo que você precisa saber sobre o novo filme do Coringa

POR Toni Nascimento    EM Fatos Nerd      10/07/18 às 14h27

Contra todas as expectativas e contra qualquer tipo de previsão, a DC Comics anunciou há alguns meses um novo filme do Coringa. Para o espanto dos DCnautas de plantão, pasmem, não será com Jared Leto. O ator, que havia estrelado o icônico papel no controverso Esquadrão Suicida, parece já estar flertando com Sony e a Marvel para viver o vampiro Morbius, personagem da galeria de vilões do Homem-Aranha. A novidade se trata de um filme do Coringa estrelado por Joaquin Phoenix, dirigido por Todd Phillips e produzido por Martin Scorsese.

Este filme, ainda com pouquíssimas informações, irá explorar o passado do vilão. Segundo o The Hollywood Reporter ele também irá inaugurar um novo selo da DC nos cinemas. Até o momento rumores indicam que o selo poderá se chamar DC Dark ou Black. Aqui vai uma lista das informações que você precisa saber antes de continuar sua empreitada pelo mundo da DC nos cinemas.

1 - Origem do Coringa

Coringa é o vilão mais famoso de Gotham. Sua origem, entretanto, é duvidosa e mal explicada nos quadrinhos. Chega a ser inexistente. Essa ideia por si só é intrigante, dada a firme recusa do personagem em estabelecer uma origem confiável para si mesmo. Espera-se que a história se baseie ou use elementos de Alan Moore em A Piada Mortal, em que é mostrada uma versão onde ele é um comediante falido que se transforma em criminoso e cai num tanque de produtos químicos.

Essa narrativa é familiar para quem viu o filme do Tim Burton, com Jack Nicholson no papel. O que Piada Mortal inteligentemente faz é negar a autenticidade dessa história fazendo o Coringa admitir: "Se eu vou ter um passado, eu prefiro que seja de múltipla escolha!". Uma história também conhecida para quem assistiu o Coringa do Heath Leader em Cavaleiro das Trevas.

Essa ideia permitiria que um spin-off do Coringa experimentasse várias narrativas e brincasse com o conceito de que não existe uma verdadeira origem para esse personagem. O fracassado ângulo dos comediantes também é intrigante, dados seus ecos do filme de Martin Scorsese, O Rei da Comédia . Os relatórios sugerem que o filme também será ambientado na década de 1980, assim como Mulher Maravilha 1984.

2 - Joaquin Phoenix se tornando o próprio Coringa

Não é novidade para nenhum cinéfilo que Joaquin Phoenix é um ator do método. Ele é alguém que abraça o personagem e o incorpora durante 24 horas por dia. A confirmação de Phoenix é valorosa para o estúdio. O ator flertou com franquias épicas e de grande orçamento, e esteve muito próximo de interpretar o papel principal em Doutor Estranho. Contudo, o ator recusou por medo de se comprometer com um contrato para vários filmes. Ele certamente tem interesse no gênero e tem as habilidades para conseguir qualquer papel. Pode ser que a perspectiva de um filme único sem compromissos futuros o tenha atraído.

3 - Aos cuidados de Todd Phillips

Todd Phillips, diretor da trilogia Se Beber não Case, é o responsável por esse novo projeto da DC. O diretor assinou contrato para dirigir, co-produzir e co-escrever o filme de origem do Coringa. Embora mais conhecido por Se Beber não Case, Phillips passou os últimos 25 anos trabalhando em filmes e documentários. Quem irá co-escrever o filme será Scott Silver, indicado ao Oscar por O Lutador . Ele é o único entre os dois a ter experiência no mundo dos quadrinhos, tendo feito uma reescrita no roteiro de X-Men Origens: Wolverine. Eles nunca trabalharam juntos antes.

4 - Envolvimento de Martin Scorsese

O envolvimento do lendário diretor vencedor do Oscar, Martin Scorsese, no filme levantou tantas sobrancelhas quanto encantou sorrisos. Enquanto mais autores se envolveram com os gêneros de adaptação de super-heróis e quadrinhos, parecia inconcebível que alguém da estatura de Scorsese desse um passo assim. Ainda assim, parece que ele é oficialmente um co-produtor ao lado de Phillips para o filme do Coringa. Não se sabe quão fortemente ele estará envolvido com o processo criativo, no entanto. As semelhanças do Rei da Comédia na sinopse sugerem que ele poderia trazer sua experiência para a história, assim como os ecos pesados ??de Táxi Driver em Nova York e o tom mais ousado.

5 - Orçamento baixo

Parece não fazer muito sentido à primeira vista, mas o orçamento baixo pode ser o grande trunfo deste longa. Uma vez que tem pouco envolvimento financeiro, existe uma liberdade maior para se criar e inovar no filme. Possibilitando assim uma história diferenciada do que a indústria anda oferecendo. Isso acontece porque o risco de perder dinheiro é baixo, pois o investimento também é baixo. Boatos sugerem que o orçamento será de US$ 55 milhões, enquanto os vários filmes atuais de super herói tem investimentos de, no mínimo, US$ 200 milhões.

6 - Uma nova franquia DC

É esperado que este novo filme do Coringa inaugure um novo selo da DC nos cinemas - o DC Dark ou Black. Inicialmente, a ideia pode parecer confusa para o grande público, uma vez que permite a existência de dois atores diferentes interpretando o mesmo personagem em histórias e mundos diferentes.

Um desdobramento do Universo Compartilhado da DC como este, entretanto, ofereceria imensas oportunidades criativas. Isso seria tanto para a DC quanto para a Warner Bros. Está sugerido que DC Dark/Black pode se concentrar mais nos muitos ilustres vilões da DC que ainda não encontraram o caminho para as telonas. Isso dá a DC uma nova rota, diferente de tudo o que a Marvel está fazendo com seu universo expandido, além de contar histórias que não estão atreladas a uma narrativa central interconectada.

7 - Coringa do Jared Leto

A versão do Jared Leto para o Coringa no Esquadrão Suicida não foi recebida com muitas glórias. Seu tempo em tela não chegou nem a 15 minutos. Ele também reclamou de várias partes gravadas não terem chegado à versão final. Apesar disso, ele continua sendo o Coringa oficial do Universo Compartilhado da DC - mesmo com seu papel em Morbius.

8 - Fotografia

O novo filme do Coringa pode contar com o diretor de fotografia de Goodzila: O Rei dos Monstros. Estamos falando de Lawrence Sher. Ele também já trabalhou no longa Se Beber, Não Case.

E aí, quais são as expectativas para o filme? Será que a nova fase da DC nos cinemas irá funcionar? Esperamos que sim!

Próxima Matéria
Via   SR  
Imagens WGTC GQ IG
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+