icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Um estudante de 17 anos passou 11 dias sem dormir e esse foi o resultado

POR Isabela Ferreira EM Curiosidades 07/03/18 às 18h47

capa do post Um estudante de 17 anos passou 11 dias sem dormir e esse foi o resultado

Muitos de nós já nos sentimos esgotados após um longo dia de trabalho e estudos, por exemplo. Tudo que mais queremos é ir logo para casa, encontrar  nossa cama e dormir como se não houvesse amanhã. Por outro lado, também existem aquelas pessoas que optam por dormir menos, já que assim, supostamente, dá pra aproveitar melhor o tempo. Mas será mesmo?

Quanto tempo de sono você precisa para acordar bem no dia seguinte? Profissionais da área estipulam o período de 8 horas. No entanto, é algo que depende de cada pessoa e varia de acordo com o organismo. Por exemplo, existe gente que depois de 6 horas de sono, já está recarregado e pronto para encarar um novo dia. Em contrapartida, alguns parecem precisar no mínimo, de 10 horas. É algo realmente relativo.

Mas o que você acharia de passar 11 dias sem dormir? Não, não escrevemos errado... São 11 DIAS mesmo! Este foi o experimento a que um jovem de 17 anos, chamado Randy Gardner foi submetido. A experiência ocorreu entre os anos de 1963 e 1964, de 28 de dezembro a 8 de janeiro. Foi conduzida por pesquisadores que pretendiam diagnosticar os efeitos presentes em uma pessoa que passasse tanto tempo sem dormir. Randy topou o desafio e não utilizava nenhum tipo de estimulante para ajudá-lo.

O experimento mostrou os seguintes resultados:

Dia 1: O jovem levantou de sua cama às 6 horas da manhã, completamente disposto e animado para a experiência.

Dia 2: Já neste dia, a falta de sono começou a apresentar sinais. Randy apresentava dificuldade de se concentrar nas coisas. Os pesquisadores lhe deram alguns objetos, para que ele tentasse identificá-los apenas com o toque.

Para que ele continuasse acordado, os amigos e os professores na escola também tiveram papel fundamental. Assim que a aula terminou, fizeram passeios e participaram de jogos de concentração.

Dia 3: Assim que o terceiro dia sem dormir se aproximou, o jovem se tornou mais estressado e perdeu a habilidade de falar corretamente.

Dia 4: Foi aí que começou a fase mais difícil do experimento. Randy começou a ter alucinações. Ele acreditava ser outra pessoa... Um famoso jogador de futebol americano que na verdade, não se parecia nada com ele.

A última semana de experimento

Quanto mais ele ficava sem dormir, piores eram seus sintomas. Sofria com frequentes tonturas e alucinações. Ele tinha grande dificuldade de falar e nem mesmo conseguia se lembrar do que havia dito pouco tempo atrás, quando finalmente conseguia dizer algo. Os pais do garoto, muito preocupados com a situação, exigiram que fossem feitos exames médicos para ter a certeza de que ele não sairia do experimento com sequelas.

Feito os exames, mostraram que ele não havia nenhum tipo de anormalidade física. Foi no dia 8 de janeiro de 1964, às 2 horas da tarde, que um novo recorde foi estabelecido. Os jornalistas foram atrás de Randy para saber mais sobre o garoto que até então, ocupava a primeira posição no ranking global, sobre aqueles que ficaram mais tempo sem dormir. Ele foi levado ao hospital naval, onde foi submetido a exames neurológicos enquanto já estava em sono profundo. Foram precisas 14 horas e 40 minutos para que ele acordasse bem e completamente recuperado.

E então pessoal, o que acharam? Qual foi o maior tempo que vocês já passaram sem dormir? Como se sentiram? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
Via   Genial  
Imagens Rambler Genial
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest