• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Um ser humano poderia viver apenas com sangue, como os vampiros?

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      17/10/19 às 15h54

Não é de hoje que tramas, livros, filmes e séries sobre vampiros estão em alta. Nesses meios, tais seres deixaram de ser completos vilões e tornaram-se mocinhos. Independente da magnitude que esses seres conquistaram, muita gente passou a cogitar a possibilidade de beber sangue. Alguns, inclusive, não só cogitaram como também tornaram-se adeptos de tal prática.

De acordo com uma publicação do portal Vice, essas pessoas são reais e estão entre nós. E não, eles não brilham no sol. Entretanto, ficam doentes se não se alimentam. E, curiosamente, a pele deles provavelmente é melhor que a de qualquer outro ser humano, digamos, normal.

Esses indivíduos, particularmente, são conhecidos como vampiros sang. Em suma, sang é uma gíria para sanguinário, o que quer dizer que a pessoa se alimenta de sangue real. Mas afinal, será que beber sangue pode fazer mal?

Bebendo o líquido vermelho

O sangue contém cerca de 700 kcal / litro. Um adulto, portanto, precisaria beber cerca de três litros, diariamente, para atender às suas necessidades. Agora, esse sangue também proveria de forma suficiente os micronutrientes essenciais?

Bom, para responder tal pergunta, vamos utilizar, como exemplo, a vitamina C. Por quê? Precisamente, nós, seres humanos, não podemos fabricá-la. De acordo com especialistas, os níveis séricos de vitamina C no sangue estão em torno de 5 mg / litro. A Organização Mundial de Saúde recomenda consumirmos ao menos 45 mg por dia.

Então, nesse caso, para evitar uma doença aguda ou crônica, devido a uma carência de vitamina C, você precisaria beber nove litros de sangue. Tal quantidade seria capaz de proporcionar, em qualquer ser humano, o terrível espectro da obesidade.

No entanto, se você ingerisse vitamina C por meio de outras vias, estima-se que 3 litros de sangue seriam suficientes. Nesse caso, supostamente, não há problema nenhum.

Outras vertentes

Entretanto, analogamente, há outra questão, que deve ser tratada. Se incluirmos o sangue em nossa dieta, como principal fonte de alimento, o alto teor de ferro, que há no sangue, poderia provocar uma sobrecarga de tal elemento em nosso organismo.

Claro, isso se ultrapassarmos os limites. Em suma, precisamos de até 45 mg de ferro, por dia. Para suprir tal necessidade, e sem ultrapassar nenhuma barreira, você precisa beber, pelo menos, 26 litros de sangue.

Então, qual seria o verdadeiro problema em ingerir sangue? O verdadeiro perigo é o sal. Exatamente. Em suma, o sangue humano contém cerca de 9 gramas de sal por litro. Se você bebesse no mínimo 3 litros de sangue ao dia, a quantidade de sal no seu organismo seria quatro vezes maior que a normal.

E o que isso acarretaria? A alta concentração de ferro pode acarretar hemocromatose, que deixa o fígado em risco, diminui a pressão artesanal e causa desidratação. E não é só isso: excesso de ferro no sangue pode fazer com que líquido se acumule nos pulmões, e seu sistema nervoso pode entrar em desequilíbrio.

Aliás, é possível sofrer até mesmo uma overdose de ferro, que pode matar. Por isso, o melhor é não inventar moda. Afinal, deixemos isso para os vampiros que existem apenas em livros, filmes e séries.

Próxima Matéria
Via   sciencefocus  
Imagens R7
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+