icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Veja como foi o reencontro dos profissionais da saúde chineses com os seus familiares após meses

POR Erik Ely    EM Curiosidades      10/04/20 às 17h41
capa do post Veja como foi o reencontro dos profissionais da saúde chineses com os seus familiares após meses

Recentemente, um vídeo emocionante mostrou mostrou o reencontro dos profissionais da saúde chineses com os seus familiares após meses. Assim, depois de quase dois meses longe de suas família, não deu para segurar a emoção na hora do encontro.

Um total de 194 membros da primeira equipe médica de Fujian retornou à sua cidade natal, no sul da China. Eles estavam afastados após serem enviados ao antigo epicentro da doença, se juntando aos outros médicos que estavam na linha de frente de combate.

Longe de suas famílias há quase dois meses

Mesmo depois de realizarem suas atividades, os médicos precisaram permanecer em quarentena por um período de 14 dias. Depois disso, eles finalmente puderam reencontrar suas famílias. Assim, trabalhadores médicos de todo o país estão deixando gradualmente Hubei enquanto Wuhan se prepara para suspender seu bloqueio. Para assistir ao vídeo que mostra o reencontro das famílias, basta clicar aqui.

Nas imagens, é possível ver maridos de médicas segurando flores enquanto acolhem o retorno de seus entes queridos. Além disso, crianças são vistas correndo animadamente em direção aos pais e mãos que atuavam nas equipes médicas. Em seguida, diversas famílias choram juntas ao poderem se abraçar novamente. "Sinto que eu estou no dia do meu casamento e é como se encontrasse minha noiva pela primeira vez", disse Qian Xiaohang, marido de uma enfermeira. "Não consegui dormi na noite passada. Era como a noite antes do casamento. Eu estou tão animado".

No vídeo, um médico chinês reencontra seu filho depois de passar 55 dias combatendo o coronavírus. Contudo, no seu caso, ele não pôde abraçar o filho pode ainda iria passar pelo período de isolamento de 14 dias. Dessa forma, o Dr. Hou, juntamente com outros 136 médicos e enfermeiros, fizeram parte do primeiro grupo de médicos da província de Lioning, no nordeste da China, que foram enviados para ajudar a tratar os pacientes em Hubei.

Reencontros mais do que emocionantes

Um vídeo mostra os trabalhadores médicos chegando em um micro-ônibus e sendo escoltados por uma equipe de policiais que os acompanha de moto. As pessoas são vistas animadamente acenando para os médicos enquanto outras passam e gritam: "Bem-vindo de volta a sua casa!".

Esse reencontro só foi possível porque as autoridades chinesas alegaram ter contido o surto em grande parte do país. Enquanto isso, o país luta para que tudo possa voltar ao normal. Para se ter uma ideia, Wuhan, de onde o vírus surgiu em dezembro do ano passado, deve suspender as restrições de viagem a seus 11 milhões de habitantes. Isso depois de um fechamento total de cerca de dois meses.

Atualmente, o número total de casos na China, que não inclui pacientes assintomáticos, é de 81.708, enquanto o número de mortos subiu para 3.331. Nesse mesmo tempo, quase 1,3 milhão de casos foram detectados globalmente e pelo menos 69.261 morreram da doença mortal. De toda forma, é surpreendente a forma que a China agiu no caso. Se as coisas tivessem sido diferente ou ainda, tivessem demorado um pouco mais, poderíamos não estar vendo esse reencontro em familiares tão cedo.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest