icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Veja quais são as 12 formas de diminuir drasticamente os riscos de demência

POR Bruno Dias EM Curiosidades 14/08/20 às 15h43

capa do post Veja quais são as 12 formas de diminuir drasticamente os riscos de demência

Aproximadamente 50 milhões de pessoas sofrem de demência e Alzheimer ao redor do mundo. Em 2050 esse número pode afetar até 132 milhões de pessoas. Por isso, a ciência médica está constantemente procurando formas de identificar indivíduos com maior e menor risco de desenvolverem doenças na velhice. Entre elas está a demência. Isso é uma forma de tomar medidas preventivas. E até mesmo planejar futuros tratamentos. E em alguns casos, até evitar o desenvolvimento da doença.

Obviamente, alguns fatores são mais decisivos do que outros. E mudar 12 fatores de risco que são associados ao estilo de vida, pode atrasar e até mesmo prevenir 40% dos casos de demência.

Fatores

Essa conclusão foi tida em um relatório feito por 28 especialistas mundiais. Que fizeram parte da Comissão Lancet para prevenção, intervenção e assistência à demência. No relatório estão atualizações nas evidências a respeito de nove fatores de risco que foram identificados pela comissão em 2017. E foram acrescentados mais três novos à lista. Os fatores novos são: lesão na cabeça, consumo excessivo de álcool, que são mais de 21 unidades por semana, e exposição à poluição do ar.

Conjuntamente esses novos fatores estão associados a 6% de todos os casos de demência. Divididos em, 3% associado ao traumatismo craniano, 1% ao consumo em excesso de álcool e 2% à tarde exposição à poluição do ar.

Os outros nove fatores antigos são: perda auditiva, depressão, baixo nível de escolaridade, tabagismo, isolamento social, diabetes, hipertensão, obesidade e falta de atividade física. Eles estão associados a 34% de todos os casos. Dentre eles, os que têm o maior impacto são a baixa escolaridade, perda auditiva e tabagismo. Que respectivamente corresponde a 7, 8 e 5% de todos os casos de demência.

Importância

A importância desses fatores que podem ser modificados é tão grande que, em 2017, o relatório dizia que mesmo que fosse achado uma solução para o principal fator de risco genético para demência, somente 7% dos casos poderiam ser evitados.

"Nosso relatório mostra que está ao alcance de formuladores de políticas e indivíduos prevenir e atrasar uma proporção significativa de casos de demência. Com oportunidade de causar impacto em cada estágio da vida de uma pessoa", disse Gill Livingston, líder do estudo e professor da Universidade College London, no Reino Unido.

Aproximadamente 50 milhões de pessoas no mundo todo vivem com demência. E ela afeta não somente as pessoas que tem o problema, mas também suas famílias. Além da economia, já que os custos globais estimados são em cerca de 1 trilhão de dólares por ano, aproximadamente 5,2 trilhões de reais.

Prevenção

Mesmo que algumas alterações dependam de cada pessoa, várias delas exigem mudanças que tem que ser lideradas pelos governos. O novo relatório incluiu uma lista de recomendações que as pessoas e os governos podem fazer para diminuir os riscos de demência. São eles:

1 - Manter a pressão arterial sistólica no máximo em 130 mm Hg a partir dos 40 anos de idade;
2 - Incentivar o uso de aparelhos auditivos. E reduzir o risco de perda da audição ao proteger os ouvidos contra altos níveis de ruído;
3 - Reduzir a exposição à poluição do ar e ao fumo passivo de produtos com tabaco;
4 - Prevenir lesões na cabeça;
5 - Evitar o uso indevido de álcool e limitar o consumo a no máximo 21 unidades por semana;
6 - Parar de fumar e apoiar outras pessoas a pararem também;
7 - Proporcionar educação primária e secundária a todas as crianças;
8 - Levar uma vida ativa mesmo na meia idade e terceira idade;
9 - Reduzir a obesidade e diabetes.
Em alguns países o número de idosos com demência é menor. Provavelmente, por conta da melhoria na educação, nutrição, assistência médica e mudanças no estilo de vida. É importante lembrar que mesmo com uma idade avançada, adotar um estilo de vida mais saudável pode adiar e até prevenir a demência.

Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest